A brevidade da vida!

Certa vez encontrei um escorpião em casa, chamei meu marido e ele o matou. Colocamos ele numa pá e deixamos no quintal, para colocar no lixo. Uns minutos depois voltei com o saco de lixo e quando peguei a pá, pude perceber como o escorpião estava diferente. Fiquei impressionada em como não se parecia nada com aquele que eu tinha visto há pouco, até a cor dele parecia diferente. Ele vivo era lindo, bastante assustador, mas lindo; com uma linda cor, todo armado, pronto para atacar e se defender a qualquer momento. Mas morto ele estava até com a cor diferente, parecia que tinha murchado. Como somos frágeis, pensei. Como a vida é delicada. Agora estou aqui, escrevendo este texto, mas não sei o que acontecerá daqui a 5 minutos.

A brevidade da vida pode assustar, mas prefiro vê-la como impulso. Como aquele encorajamento para tentar mais e mais a cada dia fazer as coisas da maneira correta, a evoluir como pessoa e amadurecer espiritualmente. Pensar que nossa passagem por aqui é tão breve, deve servir como motivação para fazermos a diferença como Deus quer que façamos, não para pensar como o mundo quer que pensemos: “a vida é curta, vou aproveitar como eu quiser… deixa a vida me levar”. Subordinar minha vontade à vontade do Pai, é viver da melhor maneira possível.

Percebo que tem faltado paciência para esperar em Deus, submissão verdadeira aos planos do Senhor e tem sobrado atitudes tomadas por impulso. Muitas vezes nós agimos de acordo com a nossa vontade, vivemos confiando na força do nosso braço, sempre temos um “plano b”, mas não podemos esquecer que nossos planos devem estar SEMPRE sujeitos à vontade de Deus, pois somente assim eles darão certo realmente. A bíblia diz que: “Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua.”(Pv. 16:1) e “Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor.” (Pv. 19:21). Ou seja, não adianta ficarmos ansiosos ou forçarmos situações, a vontade de Deus será sempre o melhor para nós. Nós podemos ter beleza exterior, dinheiro, bens materiais, carreira profissional bem sucedida, mas se não estivermos no centro da vontade de Deus, de nada adianta, pois aquilo que aparentemente é bom pra nós, não é a vida em abundância que Jesus quer nos proporcionar.

No mundo nós podemos até conquistar o “respeito” das pessoas pelo que somos exteriormente, mas para Deus de nada adianta, e agradar Ele é o que deve realmente importar para um cristão. “Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto”. O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? “Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras.” (Jr. 17:7-10). Portanto, cuidado com as emoções, com as vontades da carne.

Peça a Deus para renovar o que há dentro do seu coração, para sondá-lo e retirar aquilo que não está de acordo com Sua vontade, aquilo que te impede de crescer e edificar sua vida. Aquilo que te prende às coisas pequenas desse mundo. Dessa forma, quando não estivermos mais aqui, seremos lembrados por termos sido pessoas que valorizaram as coisas do alto, que viveram para honrar e glorificar o nome do nosso Senhor, que guardaram a fé e viveram de forma digna. “Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.”(Sl.51:10).

Por Camilla Oliveira. 

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s