A morte não foi capaz

blog-venha-o-teu-reino-2

“Ao ver chorando Maria e os judeus que a acompanhavam, Jesus agitou-se no espírito e perturbou-se.
“Onde o colocaram?”, perguntou ele. “Vem e vê, Senhor”, responderam eles.
Jesus chorou.
Então os judeus disseram: “Vejam como ele o amava!”
Mas alguns deles disseram: “Ele, que abriu os olhos do cego, não poderia ter impedido que este homem morresse?
Jesus, outra vez profundamente comovido, foi até o sepulcro. Era uma gruta com uma pedra colocada à entrada.”

(João 11:33-38).

Essa passagem é mais comum do que podemos imaginar. Com certeza você já foi a um velório, e lá, sempre vamos encontrar alguns tipos de pessoas: os que amavam o que morreu e vão sentir profundamente sua falta, os que vão por  consideração aos parentes, e os que estão apenas para ver o movimento.

E a morte sempre traz ensinamentos a todos daquele ambiente, pois é como se todos passassem a refletir sobre a vida diante da morte, porque todas sabem que algum dia morrerá.

Sempre tem algumas coisas que ajudam essas reflexões: como pessoas que começam a chorar desesperadas, pois não falaram o que tinha pra falar, não pediram perdão e não viveram a vida quando lhes era proposta, e como surto diante da morte, elas não sabem lidar com a dor de não mais existir a possibilidade da vida naquele momento.

Outros sofrem por pensarem que o mesmo teria uma vida pela frente e isso lhe foi  roubado de forma injusta. E tem os que sabem que a saudade e a dor que não explicam vão perdurar por um bom tempo, mas sabem que um dia aquela dor não mais existirá, pois creem que ainda  encontrarão aquela pessoa na eternidade.

Pois bem, voltando à passagem de João, que fala sobre a morte de Lázaro e a reação de Jesus, me surpreendo e ao mesmo tempo fico admirada, pois você já imaginou aquele de quem todos falavam que veio salvar o mundo, que curava e que tem poder sobre a morte e a vida, agora estar a se “perturbar no seu espírito e chorar” ao vê o túmulo de Lázaro?! Isso me impressiona e fico buscando entender o  por quê? Mas não existe explicação para a dor que a morte traz.

Jesus sabia que não fomos criados para morrer. Ele já havia dito:

 “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;
E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

(João11:25, 26)

 Queridos, acredito que não aceitamos a morte, pois não fomos criados para ela, e Jesus sabia disso. Mas as Escritura nos ensina que “Visto que a morte veio por meio de um só homem, também a ressurreição dos mortos veio de um só homem.” (1 coríntios 15-21). Jesus é este que venceu a morte e nos trouxe a ressurreição.

E sobre a vida e a morte compreendi:

Irmãos, eu lhes declaro que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem o que é perecível pode herdar o imperecível.
Eis que eu lhes digo um mistério: nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,
num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados.
Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade.
Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: “A morte foi destruída pela vitória”.
“Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão? ”
O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil.”

(1 Coríntios 15:50-58)

As lágrimas de Jesus (lembra do início desse texto?) nem elas conteram-o de vencer a morte.

Que a sua dor não te separe de uma vida eterna com Cristo onde não haverá mais morte.

Por Eduarda Souza

Anúncios

O MAIOR TESOURO

blog-venha-o-teu-reino-1

“Não se preocupem em acumular riquezas aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Guardem, sim, tesouros preciosos no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem roubam! Pois onde estiverem as suas riquezas, lá também estará o seu coração.” (Mateus 6: 19-21).

Às vezes vivo dias os quais sinto saudades do céu. Essa saudade é normal, pois lá é nossa morada; estamos aqui de passagem. E quando olho para o que Jesus falou nestes versículos, consigo ver que Ele tinha certeza que muito melhor que ter riquezas, bens e prazeres na terra, nenhum poderia comparar-se ao céu. Ele tem propriedade pra falar sobre isso.

Vivemos dias difíceis. Me parece que a Igreja, que deveria sentir saudades do céu, está cada vez mais longe dele. São teologias que pregam a prosperidade financeira, são  horas e mais horas nos “cultos” destinadas à falar sobre a vida na terra, bem como finanças etc,  mas nada sobre o céu. E isto mostra o quanto a riqueza da Igreja atual está na terra e não céu.

A Igreja precisa voltar a falar do céu; ele é o nosso maior tesouro. 

Deixe de ser ambicioso! Ter o que comer, onde dormir e o que vestir já é prosperidade! 

O céu é de verdade! Você pode não crer muito, mas é real. E o meu desejo é que eu e você tenhamos um desejo enorme de irmos pra lá e levarmos o máximo de pessoas conosco.

Não é pecado ter bens, ser próspero. Jesus nos fez livres, e essa liberdade nos dá o direito de estudarmos, trabalharmos pelos nossos sonhos e objetivos. Entretanto, a diferença é que NOSSOS sonhos são limitados, podem até serem realizados, mas têm prazo de validade. O céu não; o céu é eterno!

Hoje eu te convido a experimentar o céu. Te convido conhecer o céu através da Bíblia. Deseje o céu. Guarde tesouros preciosos lá.

“Tua presença é tudo, tua presença é tudo; tua presença é o CÉU PRA MIM! “

Deus te abençoe!

Por Geison Flávio.

 

CARÊNCIA

Carência
1. falta de algo necessário; privação.
2. necessidade afetiva.
(Fonte: Google)

Acredito que 10 em cada 10 pessoas são carentes em alguma área da sua vida!

Podemos derivar a carência em duas nuances, quais sejam: você pode senti-la em um determinando momento, muitas vezes improvável, ou este sentimento pode ser algo constante em sua vida,  como a carência de atenção do seu cônjuge, pais, irmãos ou até dos filhos.

Sentir carência é diferente de ser carente. Isso é uma constatação.

Há milhares de pessoas no mundo que são carentes no sentido de pobreza social, há outros bilhões de “serumaninhos” que são carentes de atenção e afeto, ou seja, pobres de amor, e há aqueles que a sentem mas não lhe dão o poder de domínio.

E eu quero te dizer que estar carente em determinada área da sua vida não te faz menor, nem fraco, só deflagra a sua condição humana mesmo, pois a palavra diz que a nossa carne é fraca e de fato é.

Não existem super homens imbatíveis ou imunes a qualquer sentimento de baixa estima, mas podemos amadurecer compreendendo que é um momento e que este vai passar como qualquer outro.

A questão é: como lidar com esse momento? como controlar os nossos impulsos quando estamos assim?

A resposta mais óbvia é que não existe fórmula secreta, mas cada um precisa se conhecer melhor e identificar os seus pontos fracos e os fortes, assim, será menos desastroso passar por determinadas fases.

No meu caso, muitas vezes eu consigo identificar determinado sintoma oriundo da carência que muitas vezes é oriunda dos hormônios mesmo, e com certeza passa, então eu procuro não me punir todas as vezes que estou assim. Digo punir porque a gente não costuma admitir fraqueza nem pra nós mesmos, e nos cobramos uma autoimunidade emocional que é impossível.

O problema é quando a pessoa não sabe lidar com essa fase e procura inúmeras formas de supri-la, isso é um PERIGO, pois vemos muitos desastres emocionais, sociais e familiares por conta da carência. E esse assunto é bem complexo e extensivo que eu vou deixar pro um próximo post.

Por enquanto a dica que eu te dou é: “diga o fraco: Eu sou forte” (Joel 3.10), pois a sua força não vem de si mesmo mas do Senhor.

Não dê a carência domínio algum. Você pode estar mas não é carente! Porque o Senhor supre todas as suas necessidades, identifique seus momentos baixos e aprenda a lidar com suas emoções, combata a sua mente e vença a si mesmo.

Assim, a única forma de se fortalecer é no Senhor: “Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam”. Gálatas 5:16,17

Eu oro para que o Senhor te dê plena capacidade de ser mais forte que a sua carência!

Em nome de Jesus.

Fica na paz!

Por Lela Santos

 

 

LIVRE

 

livre

Todo ser humano busca ser livre em algum momento em sua vida, quer seja na vida financeira, emocional, familiar, em relacionamentos etc…

Você com certeza em algum momento disse: “Estou cansado(a)! Quero ser livre!”

Este desejo de liberdade existe em nós porque quando Deus nos criou éramos livres, mas com a queda do homem no jardim nos tornamos presos pelo pecado e perdemos a liberdade que tínhamos no Senhor.

Desde então o homem busca ser livre. Muitos procuram em trabalhos exaustivos, na religião, em vícios…

Mas a palavra de Deus nos garante que “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32). Essa verdade é Jesus!

Se você quiser, de fato, alcançar o que o seu coração anseia, te convido a conhecer esse Jesus – o libertador da humanidade e do jugo da escravidão eterna do pecado. Por meio dEle somos livres e recebemos vida nova e abundante, pois “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou!” (Gálatas 5.1ª).

Desejo que ao você ler este texto, o Espirito Santo tenha liberdade para tocar o teu coração e você tenha o pleno conhecimento sobre Jesus. E quando o convidar a ser Senhor da sua vida, encontrará o que busca, pois…

“Onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade.” (2 Coríntios 3.17b).

Fica na paz e seja livre!

Por Eduarda Souza.

Voltando à Palavra!

 

voltando-a-palavra

“Toda a escritura nos foi dada por inspiração de Deus e é útil para nos ensinar o que é verdadeiro e para nos fazer compreender o que está errado em nossas vidas; ela nos endireita e nos ajuda a fazer o que é correto. Ela é o meio que Deus utiliza para nos tornar bem preparados em todos os pontos, perfeitamente habilitados para toda boa obra”. (2 Timóteo 3:16,17).

Confesso que não espero nenhuma grande audiência neste texto. E não, não estou sendo pessimista.

Quando li estes versículos acima fiquei “assustado” e reflexivo quanto à importância da  palavra de Deus, chamada “Bíblia”.

Hoje em dia, a bíblia passou a ser um acessório de fé para muitos cristãos. É como um complemento. E eu não sei se isso te incomoda, mas se amamos Jesus e sua palavra, deveríamos sim nos incomodar.

A palavra de Deus é o nosso alicerce. Nós não vimos Jesus sendo crucificado e ressuscitado, mas é a Bíblia que nos revela isto através do Espírito Santo. É na bíblia que temos as respostas para todas as áreas da nossa vida.

A Bíblia agora é banalizada nas igrejas.

Quantas vezes vamos para o ensaio do nosso ministério e oramos no início e no final, mas não paramos em nenhum momento para lermos um versículo da bíblia! Isso é triste!

Eu não canto, não toco, mas se você é do louvor da sua igreja, não cante músicas bonitas, cante a Palavra de Deus. Certa vez li uma frase que dizia assim: “Não importa o quanto a música é bonita, ela precisa ser bíblica”. Analise bem o que o você vai cantar. O culto é para Deus, não para alimentar o ego do homem. Se há alguém que tem sair “bem” no culto, é Jesus.

Quer profetizar? Profetize pela PALAVRA! Você pode ordenar, profetizar até ficar rouco, mas se não estiver de acordo com a Palavra e não estiver na vontade de Deus, nada vai acontecer. E não culpe Deus por isso, pois Ele já deixou algo muito precioso para nós que é a sua Palavra.

Eu poderia citar vários exemplos na Bíblia sobre a sua própria importância.

Como não lembrar de Jesus? Em Mateus 4, O Rei, o Senhor, ao ser tentado pelo diabo, o venceu pela Palavra.

Se Jesus usou a Palavra para vencer um desafio que estava proposto para si, por quê você ainda acha que vencerá seus desafios profetizando feito um louco? Ao invés de orar e orar a Palavra você ainda fica cantando canções que elevam o seu ego para  sentir-se a pessoa mais preciosa da face da terra.

Igrejas espalhadas por aí! Olhem só… nada, absolutamente nada pode substituir a PALAVRA DE DEUS! Se usamos outros meios para atrair as pessoas para vir à igreja, há algo muito errado. A única coisa que o homem precisa ser atraído é pela Palavra de Deus! Então quer fazer teatro? Encene a Palavra! Quer dançar? Dance a Palavra! Quer cantar? Cante a palavra!

Volte! Volte à Palavra! Jovens, voltem à Palavra! Mulheres, voltem à Palavra! Pastores, voltem à Palavra! Homens, voltem à Palavra! Líderes, voltem à Palavra!

Lembre-se: Existem milhares de pessoas morrendo por causa da Bíblia e você fica aí se achando porque ler um versículo por dia na bíblia do celular.

Deus te abençoe!

Por Geison Flávio.

 

 

 

 

Vende-se Tempo!

 

tempo_

No livro de Lucas, Jesus conta uma história bastante interessante:

Havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho fino e vivia no luxo todos os dias. Diante do seu portão fora deixado um mendigo chamado Lázaro, coberto de chagas; este ansiava comer o que caía da mesa do rico. Em vez disso, os cães vinham lamber as suas feridas. Chegou o dia em que o mendigo morreu, e os anjos o levaram para junto de Abraão. O rico também morreu e foi sepultado.

No Hades, onde estava sendo atormentado, ele olhou para cima e viu Abraão de longe, com Lázaro ao seu lado. Então, chamou-o: ‘Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda que Lázaro molhe a ponta do dedo na água e refresque a minha língua, porque estou sofrendo muito neste fogo’.

Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembre-se de que durante a sua vida você recebeu coisas boas, enquanto que Lázaro recebeu coisas más. Agora, porém, ele está sendo consolado aqui e você está em sofrimento. E além disso, entre vocês e nós há um grande abismo, de forma que os que desejam passar do nosso lado para o seu, ou do seu lado para o nosso, não conseguem’.

Lucas 16:19-27

Jesus é um grande orador, e na simplicidade Ele atraia multidões, pois, construía seus discursos com  linguagens que o povo entenderia, para isso, as famosas parábolas são até hoje os exemplos práticos de tudo aquilo que Ele ensina.

Trazendo para os dias de hoje, a parábola em tese retrata uma vida passageira, na qual há dois grupos de pessoas: aquelas que se apegam apenas as coisas materiais e aquelas que buscam a Deus.

Não é errado buscar coisas materiais, pelo contrário, a palavra de Deus diz que teremos vida em abundância, mas o externo nunca pode sobressair ao interno, ou seja, a maior riqueza se pode ter está dentro de nós e não fora.

O rico tinha tudo mas na eternidade tornou-se mendigo, já o mendigo não tinha nada mas na eternidade teve tudo, e quando o rico olha pro alto percebe o quanto perdeu tempo, pois já era tarde demais e nada poderia fazer para mudar sua condição eterna.

É triste não é?

Talvez você esteja na situação do homem rico, cheio de luxo nas redes sociais, púrpura e linho fino por fora mas um mendigo por dentro. Talvez você seja bem sucedido profissionalmente, ou acabou de entrar pra faculdade, está cheio de amigos ou de compromissos; muitos ministérios ou convites, mas a sua alma está pobre porque está distante de Deus.

É por isso que o título desse texto chama-se “Vende-se Tempo” porque cada milésimo de segundo vale muito mais do que imaginamos, e nós o estamos perdendo. Precisamos olhar pro alto hoje, e não esperar pra fazer o que tem que ser feito apenas quando não der mais tempo.

Nessa vida passageira, nada se eterniza, cada momento passa, seja alegre ou triste, seja tragédia ou bonança.

Tempo acaba. Tempo se vai. Tempo voa. Tempo não se compra de volta.

Só não acha Deus quem não o busca. Nós complicamos o caminho mas Deus não vê nada entre você e Ele, somente a cruz.

Ônus ou bônus, você é hoje o resultado das suas escolhas. E se você está lendo esse texto, eu quero te dizer que há agora uma oportunidade diante de você.

A palavra está lançada! O que você está esperando? Um milagre ou uma tragédia pra ficha cair?

Não perca mais tempo! A gente deixa pra depois o que pode ser agora, então comunique amor a quem você precisa comunicar amor. Demonstre a relevância que as pessoas tem na sua vida e busque a Deus enquanto se pode achá-lo.

Eu oro para que o Senhor mude o seu destino hoje!

Fica na paz!

Por Lela Santos

Life

Neste final de semana que passou,  tive a oportunidade de participar da conferência Life, que tratava sobre a vida e como tratar a depressão. Foi um trabalho muito incrível da equipe,  diria  que quebrou protocolos da religiosidade de muitos, pois .eles disponibilizaram atendimentos com psicólogos à pessoas que estão passando por situações de “risco” e precisam de ajuda.

Estamos em uma época onde a vida parece ser insuportável.  As pessoas tem mais medo de viver do que propriamente morrer. Infelizmente muitas vidas estão sendo acometidas da depressão e estão sendo ceifadas pela dor de não saber lidar com a sua própria existência; se sentem roubas de si mesmas e muitas seguem pela vereda do suicídio.

Mas a bíblia nos mostra uma linda verdade!  Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida.” (João 16:6a).

 

blog-venha-o-teu-reino

O suicídio não é a ultima opção.  A primeira e última escolha pode ser pela vida de Cristo. Ele é a vida que precisamos e a verdade que orienta o caminho que devemos trilhar.

Acredito que todos os seres humanos precisam de ajuda, então se for preciso, busque ajuda de profissionais. Não é errado e nem fraqueza, como muitos pensam, é ser nobre consigo mesmo.

E se você é já é Cristão, está lendo esse texto e tem passado por situações complicadas, procure ajuda de profissionais e orientação de seus lideres. E creia no Senhor, não permita que a religiosidade te mate aos poucos.

A vida que essa geração procura já foi consumada na cruz em Cristo Jesus e está disponível. Ele  disse: (…)  “eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10:10b).

Cristo quer te fazer sentir prazer de existir e te dar uma nova vida, apenas o convide a fazer parte da sua história.

Que a vida de Cristo alcance essa geração através da sua vida, pois Ele nos ama.

Por Eduarda Souza.

Acusação

ac

A acusação procede, mas não tem poder para condenar!

É triste você caminhar com um sentimento chamado “acusação”, pois ela sempre olha para você e te mostra as escolhas precipitadas que conduziram sua vida a erros que mudaram o rumo da sua história. Esse sentimento faz de suas perspectivas um mural de vergonha, dor, lamento, e de uma tristeza que tira sua esperança de um coração livre.

A acusação, as vezes ou quase sempre, mata a esperança de um presente de escolhas certas, e um futuro com metas realizadas. Se você convive com esse sentimento ou já conviveu, e isso sempre traz condenação sobre você, eu te convido a conhecer uma verdade: “Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas em Cristo Jesus.” Romanos 8.1

O que acaba com o sentimento de acusação é a graça (favor imerecido de Cristo). Saiba que Cristo pagou um alto preço, ele recebeu as acusações que eram nossas em seu corpo, para que nossas vidas fossem cheias da sua graça, e por meio dEle declararmos: “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo!” 2 Coríntios 5:17

A graça de Deus não é passar uma borracha na sua mente e você esquecer de tudo, é você lembrar mas saber que Cristo te perdoou e te deu novas vestes, e um coração novo, pois ele enxerga você como criação de suas próprias mãos, e prometidos a serem filhos da promessa, pois “Não fostes vós que me escolhestes; ao contrário, Eu vos escolhi a vós e vos designei para irdes e dardes fruto, e fruto que permaneça. Sendo assim, seja o que for que pedirdes ao Pai em meu Nome, Ele o concederá a vós.” João 15:16

A graça de Cristo não te acusa, ela te convida a uma vida abundante.

Por Eduarda Souza

SINCERIDADE COM DEUS.

sinceridade com deus“Deus é luz e nEle não há escuridão alguma”. (I João 1: 6)

Tenho certeza que você imaginou que fôssemos falar sobre pecado oculto, estou certo?! Mas, não; não iremos falar sobre isso. Este versículo é muito simples, pequeno, e se olharmos mais profundamente para ele, veremos que a escuridão a que ele se trata é muito maior que o pecado.

A Bíblia fala que Deus é luz. Aliás, vale ressaltar que a luz foi a primeira coisa que Deus criou.

 Agimos como se Deus não sondasse o nosso coração e oramos, falamos com Ele da forma mais hipócrita possível, enquanto estamos com raiva, tristes e até mesmo inconformados com o rumo que a nossa vida tem tomado. Quantas vezes não estamos com nenhuma vontade de orar, mas assim que nos dão uma oportunidade na igreja, queremos fazer daquele momento único, não porque é pra Deus, mas para termos mais oportunidades.

Dessa oração só sai louvor, agradecimento e adoração, quando na verdade, em nosso coração só existe o oposto.

Oramos tanto, mas em nosso coração ainda existe uma mágoa com um irmão que precisa ser esclarecida, oramos pelas crianças da África, mas não oramos pelo nosso pastor, pelo contrário, sempre falamos mal dele por não concordarmos com suas atitudes e decisões. Subimos nos púlpitos para ministrarmos, mas falamos mal do nosso próprio ministério por não estar  nos padrões que exigimos.

É tempo de ser luz diante de Deus. Se ser transparente com as pessoas é uma dádiva, imagina sendo sincero com Deus?

A tua sinceridade não fará Deus te amar menos ou mais do que Ele já te ama, mas te certificará como um verdadeiro amigo do Senhor, pois tantas vezes postamos nas redes sociais que Jesus é nosso amigo, mas o tratamos como um fabricador de milagres e soluções para os nossos problemas.

Seja sincero com Deus. Ele é luz. Fale pra Ele o que está no teu coração, até mesmo aquilo que o desagrada, mas também, peça e esforce-se em abandonar o pecado e a mentira que há em teu coração.

Por Geison Flávio.

 

Testificando a pregação.

13417592_1040015439369107_618619471530066054_n

Como todos sabem, o filho da cantora e pastora Eyshila está internado com Meningite Viral, e a doença acarretou em um possível coma, ainda não confirmado por parte dos pais. O acontecimento foi uma surpresa para todos no país.

A situação do Matheus levou a Igreja e o Brasil a orarem de forma intensa pela sua vida, crendo que Deus o curará e Matheus será um grande testemunho do poder de Deus. Mas, essa semana,  eu  passei  a refletir sobre a  Eyshila. Quem conhece a sua história,  testifica o quanto há  amor e perseverança em sua vida. Quanta coisa já viveu, quantas lágrimas foram derramadas, quanto preço pago!

Quem nunca chorou diante da presença de Deus cantando: “posso clamar, eu acredito que eu não vou naufragar(….)”, ou, “adorar é o que sei, adorar é o que sou; nada pode calar adorador (…)” , e mais recentemente, quem nunca orou cantando… “No controle…. Deus está, Deus está; eu não preciso me preocupar com o que virá, já basta a cada dia o seu mal (…)!”.

Quem nunca?

Já parou para pensar que ela pode perder seu filho? Já parou pra imaginar o quanto dói viver tudo o que ela prega?

Tem muita gente pregando coisas sem viver, e a sua pregação só terá efeito em alguém se já tiver feito em você! Há anos Eyshila prega algo que viveu em seu passado,  e com certeza vive em sua vida, mas agora, essa situação a leva, de fato, a  confiar em Deus e adorá-lo independente do que venha a acontecer.

Você prega algo que não vive? É melhor parar de pregar , meu filho. Pregue o que Deus já fez em você, testifique o poder de Deus no seu testemunho. O mundo já está cansado de pessoas “verborrágicas”, o mundo quer ver que você sangra, que você chora, mas que você tem um Deus que está sempre NO CONTROLE, o adora independente das situações.

Nós, como Igreja, como ministério Venha o Teu Reino, continuamos orando pelo Matheus, Eyshila e toda sua família. Espero um dia vê-los pessoalmente e contar a minha experiência com Deus através de uma “tragédia”.

O Matheus vai levantar. Nós declaramos a cura em nome de JESUS! Levanta, Matheus!

DEUS ESTÁ NO CONTROLE!

13331120_857228714383567_7872535528712050385_n

Quanto mais a vida passa, mais percebo que sem Deus não dar pra viver; não dar pra viver…

Quanto mais aprendo com a vida, mais percebo que eu tenho tanto a aprender.

Eu aprendi que eu não preciso viver preocupado com o que vai acontecer, com o que virá; o que é hoje, amanhã vai passar, nessa vida tudo muda, só existe um Deus que permanecerá n0 CONTROLE…

Deus está, Deus está; eu não preciso me preocupar com o que virá, já basta a cada dia o seu mal, eu só tenho que confiar e descansar porque DEUS ESTÁ CONTROLE.

Eyshila.

Por Geison Flávio.

 

A religião quer matar a noiva.

índice

A noiva passa um processo muito difícil, onde as suas vestes estão sendo sujas pela mentira, orgulho, desonra e falta de temor a Deus. A religião quer matar a noiva e acabar com a sua missão.

O noivo não veio para ensinar uma religião, mas pregar o seu Reino de amor, graça e misericórdia; ele foi separado da sua noiva por um tempo, mas voltará para buscá-la sem macula e adornada.

Igreja, líderes religiosos, saibam de uma coisa: A noiva pertence ao noivo.

 “O amigo que presta serviço ao noivo e que o atende e o ouve, enche-se de alegria quando ouve a voz do noivo. Esta é a minha alegria, que agora se completa.” (João 3.29).

Cristo ama a sua noiva, e ela é a melhor resposta para essa geração que clama por ajuda, pois irá fazer  o nome dEle conhecido entre os povos, pois “é necessário que ele cresça e que eu(servos) diminua.” (João 3.30).

A minha oração é: “Senhor Jesus, nos perdoa por tratarmos a noiva como sendo nossa, pois ela pertence a ti; nos conduz à tua vontade de servir e nos alegra quando ouvir a tua voz. Em teu nome oro para que nossos corações sejam tomados pelo o teu amor, por ser uma noiva adornada.”

A religião não pode gerar vida, não foi por ela que Jesus morreu e ressuscitou, mas por sua noiva.

Que Deus te abençoe!

Por Eduarda Souza.

Na terra como no céu

Sem título-1
Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós?”
(‭Isaías‬ ‭6‬:‭8‬b NVI)
Os céus tem uma vontade, mas quando Deus trabalha na terra Ele usa homens para o estabelecimento da sua vontade, para isso os homens precisam corresponder à vontade de Deus.
Porém, quem irá por nós?
Meu Deus, que pergunta é essa? Eu me sinto altamente constrangido ao ler esse texto.
Deus está dizendo: “quem vai realizar minha vontade? quem vai corresponder aos meus anseios? quem vai cumprir os meus desejos nessa terra? quem vai revelar o meu poder, autoridade e amor, quem?”
Deus quer fazer coisas na terra, mas quem se habilita? Quem quer abrir mão da sua vontade para colocar em prática a de Deus? E aqui está o X da questão, o motivo da seara ser grande e os trabalhadores serem poucos, o motivo de Deus proclamar quem irá mas obter tão poucas respostas. É que pra fazer a vontade de Deus aqui, você deve morrer para a sua.
Você estaria disposto a gastar a sua curta vida fazendo a vontade de outra pessoa? Isso significa morrer estando vivo, morrer para todos os seus planejamentos, sonhos e desejos e abraçar de corpo, alma e espírito as vontades de Deus como se fossem suas vontades, seus desejos e seus sonhos.
Que nível de renúncia!
Jesus disse: “qualquer um que quiser vir após mim, deve MORRER PARA SI, CARREGAR SUA CRUZ e seguir-me.” Esses são requisitos para ser discípulo de Jesus, estabelecidos por Ele mesmo.
Mas também reflitamos… O que deseja fazer um discípulo? Ser igual ao seu mestre.  E a pergunta é: o que o mestre fez? Porque se eu souber o que o mestre fez, como seu discípulo devo entender que minha meta é copiá-lo.
Jesus morreu! Não só fisicamente, mas a cada dia Jesus morria para as suas vontades, a cada tentação Jesus morria para os seus desejos, Ele se esvaziou de sua divindade para se fazer homem, o mais alto nível de renúncia foi estabelecido por ele. Abriu mão de pregar o que queria, falar o que queria, fazer o que queria, para copiar o Pai em tudo, ao ponto de ser chamado de a exata expressão do Pai. Ele morreu tanto pra Ele mesmo, que quem o via, via o Pai.
Você está disposto a ser igual a Ele?
Porque os céus buscam por homens que continuem o seu legado, homens que farão uma conexão do céu com a terra. Homens que farão coisas na terra da mesma maneira como são feitas no céu. Homens que serão uma extensão do amor infinito de Deus aqui nessa terra, corações alinhados à vontade do Pai, dispostos a abrir mão das suas próprias vontades para ver o cumprimento da vontade dos céus aqui na terra.
A oração modelo, comumente chamada de pai nosso, fala de princípios que devemos continuadamente estarmos orando. Um deles é que seja feito assim na terra como é no céu.
Você consegue compreender a intensidade desse pedido? Eu desejo ver o céu na terra, sem precisar o céu descer. Porque eu estou aqui e vou fazer a tua vontade, eu sou um discípulo que aprendi com o meu mestre a revelar os céus aqui na terra, pois o mesmo Espírito que o capacitou habita em mim e me prepara para essa tarefa!
Cara, como Deus quer se manifestar através da igreja!
Precisamos entender algo: o que acontece quando alguém decide viver a plenitude da vontade Deus? Preciso ver em Jesus isso, Ele é o modelo! Através da vida de Jesus eu consigo saber qual que é a vontade de Deus.
Necessitados foram ajudados, salvação anunciada, doentes curados, possessos foram libertos, os desacreditados foram encorajados e acreditados, os esquecidos foram amados, os distanciados foram aproximados, o Reino de Deus foi estabelecido na terra.
Você percebe a expressão REINO DE DEUS? O  que ela significa afinal?
O assunto mais ensinado por Jesus, a coisa que eu devo priorizar, colocar a frente de todos os meus desejos, afinal, o que significa?
Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. (‭Mateus‬ ‭6‬:‭10‬ NVI)
Bom, com esse versículo eu entendo que o Reino de Deus é a sua vontade sendo estabelecida, sua vontade sendo priorizada diante de todas as outras vontades, de modo que como a sua autoridade prevalece no céu assim será na terra.
Por isso, visão de reino é quando alguém enxerga as coisas como Deus enxerga, age como Deus agiria, ama como Deus amaria, fala o que Deus falaria; o Reino de Deus é estabelecido e exercido por pessoas que desejam abrir mão das suas vontades para ver o cumprimento das vontades de Deus aqui na terra.
“Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça…” (Mt 6:33a)
Eu preciso alinhar a minha vontade à vontade de Deus porque ela deve prevalecer sobre mim; devo buscá-la em primeiro lugar. A vontade de Deus é superior, mais importante do que as minhas vontades, por isso há um chamado nos céus para quem queira transformar as suas vontades nas mesmas vontades de Deus para esta terra.
Pois Seus pensamentos são maiores; seus caminhos são maiores, e sua vontade é maior.
Agora, qual é a vontade de Deus?
Que todo homem seja salvo; cativos sejam libertos; doentes curados; aflitos sejam socorridos; famintos alimentados; sedentos sejam saciados; o amor seja manifestado; presos sejam visitados; Os Odiados sejam amados; Os rejeitados sejam aceitos; Desacreditados sejam encorajados…Vidas! Vidas!
Jesus morreu por vidas e não coisas.
Por isso que minha vontade não pode prevalecer, pois minha vontade ama as coisas e usa as pessoas, já a vontade de Deus nos leva a amar pessoas e usar as coisas.
“Por isso, eu digo: Usem a riqueza deste mundo ímpio para ganhar amigos, de forma que, quando ela acabar, estes os recebam nas moradas eternas.” (‭Lucas‬ ‭16‬:‭9‬ NVI)
Usem as riquezas para ganhar vidas e não o contrário. O lobo vai usar pessoas para ganhar riquezas, eles não manifestam o Reino e não priorizam sua vontade. Foi o caso de Judas, e não somos discípulos de Judas, mas de Jesus.
Quanto mais mergulhar no evangelho, estudando a palavra e tendo uma vida consagrada mais as minhas vontades vão sendo sufocadas diante da vontade de Deus que vai prevalecendo sobre mim, pois todo discípulo bem instruído será como o seu mestre, até chegar o ponto de não viver mais eu, mas Cristo viver em mim e a vida que eu viver será pela fé na sua Palavra.
Fiquem na paz!
Por Mário Soares
 

Fingindo que O conhece

Era pouco depois da hora do almoço, duas vezes por semana eu ia atender uma paciente em sua casa. Ela havia sido vítima de uma trombose e a intervenção da fisioterapia era imprescindível. Uma senhora muito amável, de cabelos completamente brancos, olhos azuis e uma pele bem clarinha. Uma ex professora de português, muito educada. Atenciosa como se fosse minha avó, me perguntava como eu estava, como haviam sido os meus dias. Mas havia um momento que me chamava mais atenção, era quando eu chegava e ia a seu encontro. Era uma alegria, uma receptividade que me enchia de satisfação, e me fazia ficar ainda mais encantada por ela. Que tardes proveitosas, que prazer!

Mas não era só a trombose que lhe acometia, mas também o Mal de Alzheimer, uma doença que degenera os neurônios, fazendo com que sua memória se comprometa. E nesse caso específico, seu quadro já era bem avançado. Aí você deve estar pensando: Então ela não se lembrava de você todas as vezes que te via? Isso mesmo! Ela não lembrava. Talvez o jaleco branco, os aparelhos e meu jeito fosse familiar, quem sabe. Mas com toda certeza, ela não se lembrava de mim. Eu chegava lhe cumprimentando, fazendo “aquela festa toda”, ela jamais iria fazer a desfeita de me perguntar quem eu era. Ela “fingia” bem!

Foi nesse dia a dia, que o Espírito Santo me perguntou: E aí, todas as vezes que eu te encontro você me recebe com alegria porque me conhece bem ou pra não fazer desfeita? Afinal, pareço ser importante na sua recuperação, renovação, sobrevivência? Ou toda aquela alegria, mãos levantadas, gritos, arrepios, lágrimas é apenas uma forma tradicional de mostrar que Deus se faz presente? Você me conhece? Tem intimidade comigo? Me convida ao menos duas tardes durante a semana? Ou também finge bem?

Quando conhecemos alguém, e temos bastante intimidade, o mais comum é que algumas coisas aconteçam, como por exemplo: Ficamos com a linguagem parecida com a dele/dela, o reconhecemos em qualquer lugar que estiver, entendemos seus sinais, identificamos facilmente sua voz e seus passos, conhecemos detalhes de sua história, dentre tantas outras coisas. Sua relação com Deus tem sido assim? Talvez você achava que O conhecia, mas agora percebeu que precisa encontra-lo mais vezes.  Te convido a não se conformar com tão pouco! Antes de você nascer Ele já te conhecia, mesmos com seus defeitos o Seu amor nunca diminuiu, mesmo quando você o ignora Ele não cessa em lhe dar livramentos, em te abençoar. Se permita conhecer a Ele, é o mínimo que devemos fazer. Nunca será tarde!

“Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes”. Jeremias 33:3

“Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e Ele a nos virá como a chuva serôdia que rega a terra”. Oséias 6:3

Por Laís // Fisioterapeuta. Cristã. Escreve pro Blog desde o início e sempre compartilha conosco suas experiências incríveis!

O desafio do calar

 

Eu não sei vocês, mas todos os dias eu enfrento uma luta a respeito das minhas prioridades. Quero colocar Deus em primeiro lugar em tudo, mas ao longo do dia logo me disperso e em algumas situações acabo agindo como quero ou falando o que penso e quando percebo fui vencida pelas minhas emoções e não agi como Jesus agiria. Ao final do dia isso me entristece, então chega o novo amanhã e eu tento novamente.

Agir como Jesus é um desafio muito grande, principalmente no quesito falar. Falamos demais porque temos a necessidade de expressas nossas opiniões mesmo que sejam infrutíferas. Muitas vezes as nossas brincadeiras entre amigos tomam contornos que Ele jamais tomaria. Pesamos no criticar e aliviamos no elogiar. Bom seria que pensássemos em Jesus todas as vezes que abrimos a nossa boca pra falar qualquer coisa, certamente a fecharíamos antes mesmo de pronunciar qualquer palavra.

Todos os dias quando acordo eu coloco isso como uma meta pra mim, e por mais que eu não conclua com o êxito que gostaria, o tentar já é um começo do aprendizado. É muito importante que todos os dias façamos uma autoanálise para descobrirmos nossas maiores dificuldades e reconhecermos os nossos erros, pois este é o primeiro grande passo da mudança, afinal de contas, se devemos parecer com Cristo, PRECISAMOS mudar! E a única certeza que temos nessa vida é de que devemos melhorar todos os dias.

Estou escrevendo aqui uma coisa que estou buscando aprender diariamente. Confesso que já passei por várias situações em que falei demais no sentido de defender um ponto de vista, ou por acreditar numa causa ou em alguém, cheguei a colocar o meu caráter em questão por verdades que eu preferia nunca ter sido ouvinte, foi aí que eu aprendi que devemos ter muito cuidado também no ouvir, pois se for algo muito sério, você será cobrado por aquilo que escutou e mesmo que não queira terá que se posicionar a respeito. Isso é muito delicado, pois ou você é destemido e enfrenta o que tiver de enfrentar, mesmo que sejam pessoas que você ama, ou simplesmente é omisso e encara o peso da sua consciência.

Eu particularmente prefiro estar em paz com Deus.

Após essa experiência eu decidi não mais falar, nem ouvir, e adotei o hábito do silêncio total onde eu só proferia a seguinte frase: não tenho nada pra falar. Foi um momento bastante introspectivo onde eu pude analisar muita coisa. Encarei algumas verdades e senti algumas tristezas bem profundas, pois batalha vencida não é batalha intacta. Ninguém vence nada se não colocar a cara e não correr riscos. Se você quer se manter intacto ok, não lute, mas também não critique quem luta; eles estão lá enfrentando verdades enquanto você está na “zona de conforto” da covardia.

ccccc1

Agora vou me referir aos soldados corajosos: Em toda batalha haverá feridos e até mortes, nunca sairemos totalmente ilesos, se não formos atingidos diretamente, alguém da nossa tropa será, e é impossível ficarmos indiferentes a isso, e por mais que lutemos por uma causa válida, ninguém sai ganhando, pois, qualquer cenário de guerra é devastador. Contudo, devemos estar posicionados e preparados para enfrentar batalhas todos os dias.

Estou contextualizando pra trazer clareza ao nosso entendimento. Diariamente travamos guerras emocionais, espirituais e até físicas, pois lutar contra nós mesmos e nossas limitações não é fácil. Algumas vezes a morte torna-se necessária: matar as nossas vontades; em outras situações ela simplesmente acontece: quando morre a confiança e com ela alguns relacionamentos. Quero escrever mais a esse respeito falando de outros pontos de batalhas específicos da nossa vida, quais sejam: O pensar, o agir, o reagir e tantos outros. Irei trazendo essas reflexões à medida que o Senhor for me tratando em cada área.

É certo que toda experiência torna-se válida se você aprender com ela. A nossa vida é literalmente uma escola onde todos são alunos e todos são professores. Somos alunos no quesito aprender e somos professores no exemplo a ser dado. O nosso mestre é o Senhor Jesus, o nosso espelho, e todos temos o dever de segui-lo e ser como Ele.

A maior lição que tenho adquirido a respeito do calar é que devo ser prudente no falar, cautelosa no ouvir, não participar de conversas infrutíferas, e sempre pensar no que Jesus faria ou diria naquele momento.

Por falar nisso, o aplicativo da Bíblia que eu uso tem vários planos de estudos bem legais e um deles o tema é: “Amar como Deus nos ama, servir como Jesus serviu” (Link do App)

Será que estamos buscando amar como Jesus ama? E servir como Ele?

Eu vou ser sincera, ainda tenho muito a aprender.

Esse texto é uma autorreflexão para que possamos tentar, buscar e melhorar a cada dia.

Eu sei o quanto eu preciso fazer isso, e você?

Que tal começarmos lendo o Salmos 101 e praticando? Também não deixa de meditar no Salmos 15. São princípios fundamentais para a nossa vida!

Que o Senhor abençoe!

por Lela

 

 

 

 

O encontro esperado

Estava em um casamento de amigos, a cerimônia daria continuidade após a famosa entrada da porta aliança, porém algo nos chamou bastante atenção, não apenas o fato dela ser tão pequena, mas a sua espontaneidade. Com muito charme e doçura ela dançou enquanto entrava com as alianças e tinha uma pureza tão grande que encantou e emocionou a todos naquela tarde.

Ver essa cena me fez pensar no encontro da igreja com Cristo, e isso me levou a seguinte reflexão: Estou pronta para me encontrar com Cristo? Será que tenho um coração puro para ir de encontro ao Senhor? Como Jesus irá me receber?

Sabem queridos, estamos em um tempo que muito se fala que Cristo voltará, mas permita-me fazer um questionamento: você está preparado? Como ele te receberá? Pense um pouco sobre sua vida.

Vou te fazer mais algumas perguntas: Você já aceitou Jesus? Como está seu relacionamento com Deus? Você vive em santidade? E como está o seu namoro e seu relacionamento com a família, trabalho, amigos e igreja?

É fato que não éramos dignos do céu, mas por meio de Jesus Cristo, por sua graça, misericórdia e o seu sangue que nos limpa dos nossos pecados. Nos tornamos dignos por meio Dele.

Jesus nos ensina algo em sua palavra para que este encontro aconteça:

“Em resposta, Jesus declarou: “Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo”. João 3:3

A palavra do Senhor ainda ressalta algo muito importante que devemos nos atentar: “Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12:14)

Se sua vida está alinhada a esses princípios amém, mas não se limite, a palavra nos ensina a respeito de tudo, então busque cada vez mais e não se preocupe com o dia que Ele virá, mas em como sua vida está, pois é chegado o tempo de viver a vida de Cristo e vigiar para não cair. Ele pode vir hoje!

Eis que é chegado o momento mais esperado daqueles que dedicaram suas vidas a Cristo, renunciando suas opiniões, sacrificando os seus sonhos, dos que choraram em favor da igreja com orações e jejuns, dos que foram caluniados, perseguidos e mortos por pregarem a palavra de Deus. E quando esse dia chegar: “Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo. (Mateus 25:34)

Tenho certeza que Ele vem sem demora, e que estará de braços abertos para receber a noiva que se preparou e esperou com esperança e fé. Que Deus acenda em nós o desejo pela santificação, e que possamos estar diante dEle e que o amor de Cristo firme nossa aliança eterna.

Por Eduarda Souza

Deus é Deus!

Man holding arms up in praise against golden sunset

Quando nos encontramos com Jesus, Ele nos aceita e somos tomados de amor, paz, e alegria imensa. Todo sofrimento passa, as nossas prioridades tornam-se outras e nosso espírito só anseia por algo: Deus em nós.

O primeiro amor é algo lindo e inexplicável. Talvez você esteja lendo esse texto e lembrando daqueles primeiros dias, os quais eram surpreendentes, contagiantes, e não importava mais nada.

Porém, o tempo passou!

Aqueles sofrimentos que tinham passado, de fato, cessaram. Mas hoje, são outros. É uma porta que está fechada, são os problemas familiares, ministeriais, espirituais e parece que os céus estão fechados e Deus não olha para nós.

Lembro que mês passado eu estava preocupado com algumas coisas pessoais. Você cresce, sonha, idealiza uma vida, e é horrível por um momento pensar que nada disso irá se realizará, que esses desafios que citei não irão passar, e além do mais que existem pessoas que não querem nada com Deus e são tão “felizes”. Por um momento achamos que Deus as amam mais do que nós.

Somos bobos! Rsrsrsrs!

No meio do medo, da incerteza, dos pensamentos que me diziam que Deus não queria nada comigo, eu aprendi: “Eu não posso adorar a Deus por aquilo que Ele pode me dar, mas pelo o que Ele é!”.

Deus é Deus, querido! Não sei o que você está passando, mas deixa eu te dizer algo: Deus é poderoso, Santo, maravilhoso, e como Ele não existe outro.

Lembra do que Ele disse a Moisés quando tinha apenas uma certeza que era a incerteza, o medo, a dúvida? Veja só: “Deus respondeu a Moisés: Eu sou o que Sou.” (Êxodo 3:14a).

Querido, Deus é!

Isso te basta? Será que o Deus que livrou o seu povo do Egito, abriu o mar vermelho, se revelou aos seus profetas, enviou seu filho amado, e te transportou do império das trevas para o reino do filho do seu amor não te livraria dessas situações?

E se ele não nos livrar dessas situações? O que acontecerá? Vamos o “abandonar”? Ele continuará sendo Deus! A adoração e o reconhecimento de quem Deus é, é a sua melhor arma. Deus é Deus!

Deus te abençoe!

Lembre-se: Deus é Deus independente das circunstâncias.

“Minha fé não está firmada

Nas coisas que podes fazer

Eu aprendi a te adorar pelo que és

 

Dele vêm o sim e o amém

Somente dele e mais ninguém

A Deus seja o louvor

 

Se Deus fizer, ele é Deus

Se não fizer, ele é Deus

Se a porta abrir, ele é Deus

Mas se fechar, continua sendo Deus

 

Se a doença vier, ele é Deus

Se curado eu for, ele é Deus

Se tudo der certo, ele é Deus

Mas se não der, continua sendo Deus

 

Não o adoro pelo que ele faz

Eu o adoro pelo que ele é

Haja o que houver sempre será Deus.” – Delino Marçal (MK Music)

 

Por Geison Flávio.

Deus está fazendo uma casa em mim

Eu considero que somos uma casa em construção, que temos alicerces, que somos formados do barro, e que existe uma bela arquitetura planejada por Deus para nós. E em toda obra existe desafios, e muito trabalho…

Bom, vou ser sincera com vocês, ás vezes eu digo a Deus: Eu queria já ser uma casa pronta, ter alicerces e bases consolidadas, sem precisar passar por tantas construções e desconstruções, seria mais fácil e assim eu poderia realizar a sua obra e sonhos mais rápido! Mas Jesus me ensinou algo: “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha.” Mateus 7.24

Com isso entendi que Deus quer falar conosco, e ter intimidade para nos dar as instruções de como e onde construir a casa das nossas emoções, relacionamentos e vida profissional, sem fugir dos planos e palavra Dele. E quando estivermos alicerçados Nele que é a rocha, seremos considerados a casa prudente, que buscou praticar as instruções do mestre Jesus que nos amou primeiro!

É fato, que por estarmos em construção somos provados e passamos por crises, e muitas vezes pensamos em desistir por enxergamos tantas coisas fora do lugar, tantos detalhes que precisam ser colocados para que seja um lugar agradável e que ainda não foram; não sei vocês, mas diversas vezes sentir casa do meu interior desmoronando, e pensei não vou construir mais nada, até que um dia escutei uma canção e fiz dela uma oração:

“Deus está fazendo uma casa em mim
Deus está fazendo um jardim em mim
Eu estou em construção

Deus está me ensinando
Eu estou aprendendo
Deus é paciente comigo
Ele é meu pai, Ele é meu amigo

Sou pequeno, Deus é grande
Eu sou frágil, mas Ele é forte
Eu sou Dele, me entrego
Eu sou Dele e me rendo
Deus ainda está me construindo
Deus ainda está me construindo

E dia após dia eu estou crescendo
Deus é paciente comigo
Ele é meu pai, Ele é meu amigo

E dia após dia, eu estou crescendo.

Deus é paciente comigo
Ele é meu pai, Ele é meu amigo” Fernanda Brum

Aprendi que Jesus não tem medo de colocar as mãos em construções difíceis e trabalhar para que ela fique conforme ele planejou, portanto não se desespere por está em construção, de disponha a viver as etapas da construção que Deus está fazendo em você, pois o fim vai ser bem melhor que o início.

por Eduarda Souza

 

 

 

 

“O PNEUMA (VENTO, ESPÍRITO) SOPRA ONDE QUER”.

20151016102639

O ano de 2014 foi repleto de surpresas. Sei que já estamos no final de 2015, mas eu não consigo me desgrudar de 2014. Vez após vez, eu me esforço para entender os acontecimentos daquele ano. Eu iniciei o ano com muitas expectativas santas. Afinal, eu faria 40 anos! E quarenta é um número bíblico muito significativo. O número quarenta fala de tempo de preparo, de conclusão de etapas e de início de tempos novos. Assim, cheio de motivações santas, por causa dos meus 40 anos, eu decidi fazer um jejum de 40 dias somente com água.

As minhas orações durante aquele período tinham o foco no avivamento. Eu orei por avivamento na minha vida, na igreja e no Brasil. Ansiava por um poderoso derramamento do Espírito que viesse a sacudir a nação, culminando com milhões de conversões genuínas e igrejas lotadas. Eu era encorajado pelos relatos dos avivamentos nos tempos de João Wesley em que milhares de pessoas se voltaram para Jesus e a Inglaterra experimentou transformação em todas as esferas: social, política e econômica. (Se a Inglaterra alcançou prosperidade e se transformou em uma nação poderosa e influente, isso se deve aos avivamentos do século XVIII)! Aquelas histórias e testemunhos aqueciam o meu coração e me encorajavam a orar com mais fervor em favor do Brasil.

Orei intensa e incessantemente. Li todos os livros da Bíblia e me debrucei, em especial, sobre o livro de Atos. Ah, como levantei as minhas súplicas diante de Deus. Vários pastores, encorajados pela minha decisão, decidiram jejuar também. Era tão engraçado ver os pastores com as roupas grandes! A medida que jejuavam, emagreciam e as roupas ficavam folgadas! Aquele foi um momento de bastante entrega e profunda consagração ao Senhor.

Contudo, o avivamento não veio da maneira que eu esperava… Não vi os céus rasgados e nem as multidões se converterem a Jesus. Não ouvi sobre as transformações na sociedade, na política e na economia. Não percebi, nem mesmo, mais ardor e intensidade nas minhas pregações e ministério. Pelo contrário, percebi que as lutas e as batalhas haviam se avolumado.

Eu me lembro de algumas conversas que tive com um dos pastores da Lagoinha nesse sentido. Falei-lhe que, se soubesse que as batalhas aumentariam depois do jejum, eu não teria jejuado. Até então, eu vivenciava diversas batalhas no meu dia a dia, mas a minha vida estava tranquila. De repente, parecia que o meu “mundo estava sendo virado de cabeça para baixo”.

Ao invés de continuar exercendo o meu chamado exclusivamente na igreja local, como fazia antes, comecei a ser enviado para as nações. Ao invés de continuar implementando os projetos da igreja local, como fazia há 3 anos e meio, vi que os projetos começavam a ser desconstruídos. Ao invés de ver o planejamento estratégico de cinco anos sendo efetivado, vi o planejamento estratégico sendo descartado. Deus começou a mexer no meu mundo e a mudar tudo à minha volta. Uma das minhas leituras daquele momento foi a de que Deus estava desconstruindo tudo o que havia sido construído.

Hoje, 1 ano e meio depois daquela experiência, eu estou vivendo um novo começo. (Realmente, os meus 40 anos e 40 dias significaram conclusão de etapas e início de tempos novos!). Hoje, tornei-me responsável pela direção do Diante do Trono, moro com a minha família em Dallas, participo mais ativamente do chamado de Deus para a vida da Ana, leio sobre os primeiros séculos da história da igreja e me preparo para o cumprir uma outra parte do chamado de Deus em minha vida.

Se você me perguntar porque razão Deus fez tudo isso acontecer, a minha única resposta é: “O espírito sopra onde quer”. O Espírito de Deus não está sujeito a nós e não faz aquilo que lhe demandamos fazer. O Espírito de Deus é livre. E o mais impressionante nisso tudo é que “ninguém sabe de onde ele vem e nem para onde ele vai”, nem mesmo depois de 40 anos de vida ou 40 dias de jejum.

Repostado por Gustavo Bessa.

Seguindo-o de longe

tumblr_mcxzmh3sYl1rtvp3ro1_500

Imagine a seguinte situação: Você está no centro da sua cidade fazendo compras, resolvendo coisas, no trânsito, enfim… e de repente surge um homem falando com todos por onde passa, dizendo estas palavras: “Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo”.

Este fato logo lhe chama atenção e você fica ainda mais impressionado quando vê este homem passar por um, dois, vários paralíticos na rua, que ao se dirigirem a ele logo começam a andar. E mais, ele abraça os mendigos, segura as crianças no colo, todos vão ao encontro deste homem. Vários curiosos começam a gravar, postar nas redes sociais e logo a televisão chega e ao vivo as pessoas acompanham de casa o que a mídia anuncia de: “Um grande movimento”.

Você ali perplexo com a quantidade de pessoas o seguindo rua a cima, rua a baixo, falando com tanta sabedoria que impressionava até os estudiosos, e ele não para, nada o impede, as pessoas o comprimem mas nada tira o seu foco. E muitos doentes começam a vir ao seu encontro e ele curando a todos na mesma hora, vários tipos de doenças, até câncer. Todos logo começaram a se questionar: Quem é este homem misterioso? As redes sociais bombando com a tag #superheróideverdade, e nas ruas alguns o chamaram de milagreiro, outros de curandeiro, outros de anjo, mas e você? De que você o chamaria?

De repente ele entra numa grande loja e chama dois empregados dali para irem com ele, e pra sua surpresa eles largam tudo e vão na mesma hora, e isso se repete com outras pessoas, mas de repente ele te vê, você gela, seus olhos fixam nos dele e sequer piscam, ele vem em sua direção e você: “Ai meu Deus! Ai meu Deus! Ai meu Deus! Será que ele vai me chamar também?” E seu corpo todo fica trêmulo, aquela multidão que separa vocês parece sumir, só existem vocês dois agora, e ele chega perto, e mais perto, e você começa a sentir o seu perfume, todas as emoções se misturam e as lágrimas lhe tomam o rosto.

Enfim, ele está próximo de você, e embora haja uma grande multidão a sua volta; a imprensa em cima, pessoas gritando, chorando, crianças agitadas, carros buzinando, a presença dele transforma tudo aquilo em silêncio, e ele se dirige a você de uma maneira tão mansa que acalma o seu coração, de repente você sente uma paz que excede todo o entendimento, nada mais importa, você quer ouvi-lo, falar com ele, e suavemente ele te diz: “Siga-me!”

calcule-o-preco-de-caminhar-com-cristo_201601151123158835440

E aí? Qual vai ser a sua resposta? Ou melhor, a sua atitude? Será que teria coragem de largar tudo para segui-lo também?

Mas e as suas coisas? Sua família, seus amigos, sua vida social? Você renunciaria tudo o que ama pra ir com ele?

Mas peraí! Antes que você responda deixa eu te lembrar uma coisa: Isso não é apenas uma história, é uma realidade, e isso acontece na sua vida todos os dias.

Esse super homem se chama Jesus, Ele largou tudo, toda a sua glória no céu pra vir ao mundo ser um homem comum mas com atitudes diferentes que transformam vidas até hoje. O seu amor é inexplicável, Ele teve coragem de tomar o nosso lugar e se fazer condenado por nós sem ter cometido nenhum erro, pelo contrário, foi o mais perfeito dos homens, Santo e puro, deu-nos o verdadeiro exemplo a ser seguido.

Sim, um homem simples com um caráter excepcional, um amor surreal e uma decisão radical que mudou pra sempre a história da humanidade.

E essa história não é imaginação da minha cabeça, tudo isso aconteceu de verdade. Essa e muitas outras estão registradas na Bíblia, e são coisas maravilhosas.

E quanto a sua resposta?

Você sabia que todos os dias Jesus te faz esse mesmo convite? Não importa a multidão de problemas ou pessoas a sua volta, Ele te dá exclusividade!

Você não é mais um, você é único e pra Ele você é mais que especial, Ele deu a vida por você, o que você daria por Ele?

Será que você largaria tudo? Quais são seus planos, projetos e sonhos? Será que Ele faz parte disso? Na escala de prioridades qual a colocação do Senhor na sua vida?

Sabe, eu me faço essas mesmas perguntas e eu já disse sim pra Jesus, já renunciei muitas coisas que eu amava, digo amava porque não amo mais, pois quando permitimos que o Senhor entre na nossa vida de verdade, então algumas coisas mudam ao longo do tempo, não é nada de uma hora pra outra. Tudo acontece com o tempo, o Senhor é paciente e compreende nossas limitações, porém nós temos que fazer a nossa parte também, nós precisamos querer.

E mesmo já tendo dado sim a Jesus quando o aceitei como Senhor e Salvador da minha vida, eu preciso todos os dias fazer isso com minhas atitudes e decisões. E assim como na nossa história, eu não quero apenas segui-lo de longe, eu quero estar tão próxima dEle ao ponto de sentir seu perfume, ficar extasiada com a Sua real presença e ao mesmo tempo ter a Sua paz que excede todo o entendimento…

19059301

 

E só existe uma forma disso acontecer, Ele mesmo nos ensina:

“Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele”.
João 14:21

discipulo

Que o próprio Cristo se revele a mim e a você!

Esse assunto tem tanto a ser dito e vivido, em breve falaremos mais a respeito.

Fica na paz.

Por Lela

 

Um assalto que resultou em experiência com Deus

 

Estava chegando do trabalho quando um homem de moto me parou e disse: Isto é um assalto, passe a bolsa e o celular, e vá embora sem olhar pra trás, se não eu vou atirar!!!

Desci a rua da minha casa com as pernas bambas e o coração apertado. Ao entrar em casa,
contei a minha família o que tinha acontecido e depois fui para o meu quarto.

Aqui começa a história…

No meu quarto, quando enfim as lágrimas desceram e muitos sentimentos vieram ao meu coração: agradecimento a Deus pelo livramento, tristeza por ter perdido o que trabalhei para conquistar, e sim, raiva do ladrão, resolvi orar.

Precisava colocar todos esses sentimentos diante de Deus, e comecei…

Agradeci, falei sobre a minha tristeza, até aí tudo bem, mas quando foi para orar pelo ladrão descobri que estava com raiva e que não sabia o que orar, foi aí que o Espírito Santo falou comigo: Vamos, ame o seu inimigo, ore por Ele! E eu respondi: Não sei orar pelos meus inimigos, muito menos por este ladrão, ele não podia fazer isso comigo e com tantas pessoas. Aí, mais uma vez Ele disse: Vamos, eu te ajudo! Mas eu relutei, e então Ele me mostrou que eu não estava parecendo com Ele, muito menos agindo como Ele ensinou, e me levou a ler Lucas 23:39-43 que diz:

“Um dos ladrões crucificados blasfemava contra ele, dizendo: Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós também. Respondendo-lhe, porém, o outro ladrão, repreendeu-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando sob igual sentença? Nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o castigo que os nossos atos merecem; mas este nenhum mal fez. E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino. Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.”

Sim, foi esse texto bíblico que o Espírito Santo me levou a ler, Jesus perdoou e salvou aquele ladrão. Vi que a graça, misericórdia e amor dEle não são limitados, e que Jesus é justo, e a justiça pertence a Ele, então a minha oração não deveria ser de como Deus agir com justiça, mas de perdoar aquele ladrão e pedir que a vontade de Deus fosse feita.

Então me lembrei de um versículo: “Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem
por aqueles que os maltratam.” Lucas 6:27-28

E enfim falei: “Espírito Santo eu libero o meu coração para perdoar, e te peço que me ensine a orar e amar os meus inimigos, não é fácil e nunca será, mas em Teu Nome eu oro para que me ajude a perdoar e liberar bênçãos sobre a vida dessa pessoa, pois o Senhor a ama e quer salvá-la, faça a tua vontade na vida dele, pois a ti pertence o juízo e a  justiça”

Aprendi com essa experiência que não sabia o que é orar pelos meus inimigos, e que preciso aprender diariamente, e que o amor de Deus não tem explicação. Durante toda a nossa vida vamos estar propensos a ter inimigos; que o nosso coração escolha parecer com Cristo! Não vai ser fácil, mas se você quer viver algo diferente, tente fazer o que Cristo viveu para nos ensinar…

Mais uma coisa importante: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo os seus propósitos.” Romanos 8.28

Em um de seus livros Joyce Meyer ressalta que esse versículo não diz que todas as coisas são boas, mas com certeza diz que todas cooperam para o bem.

O meu desejo é que durante a nossa vida o cooperar de Deus esteja presente, espero que Deus fale ao seu coração assim como falou ao meu.

Fica na paz e até as próximas experiências.

por Eduarda Souza

Tu Me Amas?

image1É bem verdade que sempre queremos provas do amor, queremos ser envolvidos por atitudes diárias de amor, não é verdade? Diariamente estamos diante de uma grande missão: Amar, confiar no amor.

Mas quando o amor confronta a verdade do seu amor, o que você faz?

Como assim? O amor confrontar o seu amor? Vou te explicar como descobri isso.

Em João 21.15-17,  quando Pedro é interrogado por Jesus sobre o amor dele, Jesus pergunta três vezes a Pedro se ele o amava, e as respostas foram sim.  “Então, se me amas apascenta minhas ovelhas.”

Jesus, o próprio amor, confrontou o amor de Pedro e lhe pediu uma prova do seu amor!

Sabe queridos, diante disso pensei:” Estamos diariamente querendo provas do amor das pessoas e de Deus por nós, mas chega um momento que nós é que somos confrontados na nossa forma de amar. E como estamos nessa missão de amar?”

Hoje chegou o dia de Jesus olhar nos teus olhos e perguntar sobre o seu amor. Ele sendo amor nos confiou a missão de amar. E como você tem cumprido essa missão?

Teve um dia que uma amiga me disse: “Eu te amo e nada pode mudar isso!”. Fiquei pasma e sem resposta, pois não esperava escutar tais palavras. Com o tempo entendi que aquelas palavras foram Deus me falando que me amava apesar de mim, mas chegou o dia em que Ele também usou um amigo para me perguntar: “Eduarda Você ama Jesus? O que você tem feito para provar esse amor?” Mais uma vez fiquei pasma, pois o dia de provar o meu amor por Jesus chegou.

Diante dessas duas experiências aprendi que o amor nunca se encontra na cadeira do conforto, mas se levanta e parte para o confronto de amar.

O exercício de amar diariamente não é fácil, pois os dias são maus, mas é melhor exercitarmos o amor até que chegue o grande amor, Jesus.

A palavra diz que nos finais dos tempos o amor de muitas esfriarão, e pensei: “Para que isso não aconteça conosco vamos cumprir a missão de amar para que a chama do amor se mantenha acesa!”

E aí você ama Jesus? Porque Ele te amou!

Vamos amar!!! Até o próximo texto e se você teve alguma experiência de amar compartilha conosco!

Por Eduarda Souza.

50%…

jornalismoOlá, pessoal… graça e paz! Já faz um tempo que eu não escrevo, mas de uns dias para cá aconteceram algumas coisas muito especiais e durante esse mês estarei dividindo com vocês todas essas “coisas”.

Como muitos sabem eu sou apaixonado pelo jornalismo. Fui cativado de uma maneira que nem mesmo sei explicar. E entre essas coisas já citadas foi a minha aprovação no vestibular.

Sim! Glória a Deus! Eu passei!

Porém, para que eu pudesse chegar a “realização” desse sonho, passei por poucas e boas. Dúvidas, incertezas, vários “não” me foram dados, pessoas dizendo para desistir, enfim, um infinidade de coisas.

Eu sei que como todo estudante, muitos tem dúvidas do que seguir como carreira, e principalmente quando se trata de profissional cristão, ou seria cristão profissional?!

Pois bem, durante esse mês estarei dividindo com vocês e passando alguns conselhos de como escolher um curso, como saber se é a vontade de Deus para minha vida, até onde podemos ir como profissional, como conciliar profissão com chamado.

Hoje eu te convido para meditar nesse verso da Bíblia que eu gosto muito:

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isso não vem de vós, é dom de Deus; não vem de obras para que ninguém se glorie.” {Efésios 2: 8-9}

Graça! Exatamente! Tenho visto a graça de Deus em cada momento da minha vida, em cada passo. Sem ela eu não estaria onde estou. Graça é o favor imerecido de Deus, e é dela que precisamos.

Então é isso. Medite nessa palavra e espere os próximos textos sobre minha profissão e tantas outras coisas.

Deus te abençoe tremendamente!

Até o próximo texto!

Por Geison Flávio.

Qual é o meu chamado?

À medida em que vamos nos aproximando de Deus e nos aprofundando no conhecimento da Sua palavra, é natural que surja o desejo de cumprir tudo aquilo que Ele planejou para nossas vidas. Com o tempo, ouvir o termo “chamado” passa a ser bastante comum entre os ministros, e também entre os nossos amigos. Então surge o questionamento: mas qual é o meu chamado?

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. (Rm 8:28)

Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.” I Coríntios 12:4-7

Muitos são veteranos nas igrejas, mas ainda não entenderam qual a diferença de vários termos que parecem significar a mesma coisa. Você não está só nessa!

Chamado significa: Convidado; escolhido; designado.

Propósito significa: Deliberação, resolução, decisão.

Dons significa: Dádiva, presente, bem espiritual proporcionado por Deus.

Quando Deus te criou Ele já havia pensado em todo um propósito para sua vida, preparou seu chamado e reservou teu presente, que é a dádiva de possuir um dom. Só após aceitarmos Cristo como nosso único e suficiente salvador, finalmente este é nos entregue. A diversidade de dons está descrito em I Coríntios 12:8-10, e em Efésios 4: Na bíblia encontramos diversos relatos de pessoas que cumpriram seus chamados. José que por 13 anos foi escravo e se tornou governador. Moisés libertou o povo do Egito. Josué foi general da conquista da terra prometida. Davi, músico, consolidou a nação de Israel e estabeleceu a monarquia. Ester intercedeu para poupar o povo judeu. Daniel interpretava sonhos, e foi político. Até Jesus, que fez milagres e arrastou multidões, a caminho da cruz. Dentre vários e vários outros.

Eles entenderam o que Deus queria que fosse cumprido através de suas vidas. Para todo chamado, a finalidade será engrandecer o nome de Deus alcançando vidas. Não necessariamente pregando a sua palavra. Você pode exercer o seu chamado de uma forma simples ou mais complexa do que você possa imaginar.  Servindo, intercedendo, liderando, acolhendo, ensinando, enfim. Dessa forma o seu dom poderá ser uma ferramenta para você cumprir o seu chamado. Assim como uma aptidão, como o prazer em ouvir o outro, aconselhar, escrever, alguma formação acadêmica ou um curso profissionalizante.  Ou um talento, como cantar, dançar, atuar, tocar algum instrumento. Você pode usar desses atributos não só para descobrir por qual caminho Deus quer te usar, mas também para utilizá-los no seu chamado.

lais

Então vamos lá, vamos descrever um passo-a-passo sugerindo a melhor forma de você descobrir qual é o seu chamado:

1. Orando e jejuando

Todos nós devemos manter o hábito de orar e jejuar, pois sabemos que isso nos trará intimidade o suficiente para discernirmos o que o Espírito Santo tem nos mostrado.

2. Quais são as suas aptidões e quais os dons que já identifica?

A Bíblia nos diz no Salmo 139 que, antes mesmo que nascêssemos, todos os nossos dias já estavam escritos. Deus plantou em cada um de nós talentos, habilidades que Ele sabe que são necessários para cumprirmos o propósito d’Ele em nossas vidas.

3. O que “arde” em seu coração?

É necessário abandonar o medo de assumir estes sonhos e sentimentos vindos da parte de Deus a fim de que você comece a caminhar sobre eles! Se arde em teu coração missões internacionais, ser um ministro de música, ou se teu coração pulsa forte pela pregação da palavra, qual o problema? Você também é capaz! Se arde em você ver cegos enxergando, aleijados caminhando, mortos ressuscitando. Qual o problema? Temos medo de assumir os sonhos de Deus, mesmo sendo aquilo que queima em nosso coração. Porque é mais fácil ser incendiado pela ideia de ser um bem sucedido advogado do que ser um ganhador de almas, pois tudo isso diante da sociedade não tem valor. Pior é achar que é impossível associar sua profissão, seu trabalho com chamado. Abandone este medo, assuma este sonho, mostre a essa geração que não era apenas a igreja primitiva que podia alcançar extraordinários.

4. Tente, experimente e esteja disposto a aprender

Muitas pessoas não descobrem o seu lugar ministerial porque não estão dispostas a se expor e a errar. Ficam sempre na sua zona de conforto, não querendo ser repreendidas por ninguém. Mas para descobrirmos o nosso lugar precisamos nos expor.

Ainda essa semana, procure entender o propósito de sua vida. Quais o dons que você possui. Observe o que o seu coração sente vontade de fazer na obra de Deus. Conheça o funcionamento do corpo de Cristo, converse com líderes de ministérios, tire suas dúvidas. E se seu coração arder por algum ministério, aliste-se!

Lembre-se: Um ministério frutífero é composto por pessoas certas que estão nos lugares certos. Descubra o seu lugar!

Ou você prefere refletir sobre isso apenas quando estiver no ventre de um grande peixe?

Por Laís Barros

Crise?

“Se meu pai e minha mãe me abandonarem, então o Senhor me acolherá!”(Salmos 27: 11). Versículo lindo, não é mesmo?!

Mas… Será que você pode descansar mesmo nesta Palavra? Sim, eu coloco “Palavra” com letra maiúscula, pois não estou falando de uma frase de algum filósofo, historiador, ou, um simples pensador contemporâneo. Não! Estou falando de um livro que é mais atual que o jornal de amanhã.

Pois é meu caro,  a Palavra do Senhor é real e evidente, e nestes últimos dias eu tenho pensado muito sobre a  evidência da Palavra de Deus. Deus não é ser humano, Ele não brinca de ser Deus.

Quando eu paro pra comparar os nossos antepassados, nossos irmãos, eu posso ver o quanto eles confiavam em Deus, o quanto a sua fé era grande. Talvez ela não fizesse mover montanhas, mas movia o coração do Pai, e um pai move céus e terra para dar ao seu filho aquilo que ele precisa.

Se você está passando por algum problema, seja ele financeiro, familiar, no trabalho, relacionamento, Deus é contigo, Ele não te deixa. Descansa teu coração! O mundo pode estar em crise, mas os céus está em festa, os céus adoram 24 horas aquele que é Santo, Santo, Santo, o  Deus todo poderoso!

Muitas vezes nos pegamos com uma vontade enorme de fazer uma loucura por Jesus. Mas será que a sua loucura hoje  pode ser confiar? Descansar?

A Sua Palavra não falha jamais!

Faz de conta que você tem um filho e ele não quer de jeito algum fazer a prova do colégio, pois sabe que tem muita dificuldade naquela matéria e pode reprovar. Você ausentaria seu filho de fazer a prova? Se ele não fizer, certamente será reprovado, pois em sua caderneta ficará faltando nota, não é mesmo?! Caso ele faça e tenha um resultado não tão agradável, logo após virá a recuperação, e com certeza se ele estudar, irá passar.

É mais ou menos desse jeito que Deus faz conosco. As provas, as lutas existem para nos fazer crescer. Você quer  continuar sendo o mesmo homem ou  mulher que você é hoje? Por isso, muitas vezes passamos por lutas e provas para aprendermos de Deus e sermos grandes nEle.

Agora meu querido, cabe a você querer passar na recuperação de Deus ou não. Diferente da recuperação do colégio, na recuperação de  Deus tem amor, tem carinho, consolo, abraço, Presença e Glória.

“Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes e tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graça” (Filipenses 4:6).

A coisa ta ruim, irmão? Dá glória a Deus, tudo irá se resolver! A fé, a dependência move o coração de Deus! Deixa Ele te ensinar, cuidar de você. Tenho certeza que Ele não vai te decepcionar.

Deus te abençoe!

Por Geison Flávio

Simplesmente grata!

Eu preciso compartilhar com vocês um sentimento que tem transbordado em meu coração. É simples, porém raro, e quando existe, pouco é verbalizado porque as pessoas acham que Deus tem obrigação de abençoá-las, de protegê-las, de poupá-las de sofrimento e etc., mas na verdade não somos dignos de nada, muito menos do seu amor, da sua graça, da sua misericórdia e do seu perdão. Nós somos maledicentes, julgadores, hipócritas, mentirosos, invejosos, falsos e Deus sabe de tudo isso, mesmo assim escolhe nos amar todos os dias dando-nos a simples oportunidade de viver!

Respirar é um privilégio sem tamanho. Só sabe o valor do ar quem já se sentiu sufocado, engasgado, e com certeza quem já quase se afogou. Eu sei o valor do ar quando fico 10 segundos em baixo d’água e subo desesperadamente em busca dele. Imagino como deve ser terrível morrer asfixiado e na verdade é isso o que fazemos com o nosso coração, pois o oxigênio da alma é um coração grato e a verdade é que nós nos dispomos muito mais a reclamar do que a agradecer. Como sobreviver a isso?

Jó foi um homem grato. Ele agradeceu a Deus até mesmo quando perdeu seus filhos e o Senhor o honrou por isso.

Sabe queridos, a gratidão é o reconhecimento da fidelidade de Deus e hoje eu quero te encorajar a transformar tudo isso que você está sentindo em gratidão.

Se está ruim no trabalho seja grato por ter um emprego (quantos perderam o seu?!), se está complicado nos relacionamentos agradeça a Deus por lhe ensinar tudo isso que vocês está aprendendo (seja um bom aluno e não reprove), agora se for enfermidade desde já agradeça pela cura, isso é um ato de fé, mas se é na igreja que você tem problemas, ministério, ah meu querido! Você tem a liberdade de andar com a Bíblia e gritar aos quatro cantos que serve a um Deus único e poderoso, criador dos céus e da terra e que ainda deu a vida do seu único filho por você. O que pode ser mais importante do que isso?

Então ore ao Senhor só agradecendo por tudo aquilo que você é e pelo que não é, por tudo o que tem e pelo que não tem, e o mais importante: Seja grato a Deus pelo que Ele é na sua vida.

Nós não temos noção do cuidado do Pai conosco, é tão grande que muitas vezes Ele não nos permite ver, mas eu sei o quanto Ele cuida e eu amo o cuidado de Deus comigo e sou grata demais por isso.

Escrevi esse texto quando estava no meu quarto fazendo exatamente isso que te falei pra fazer, e veio ao meu coração uma vontade tão grande de escrever a respeito que não pude conter, corri, peguei o caderno e a caneta e comecei a escrever tudo o que o Espírito Santo ministrou ao meu coração e se você está lendo esse texto é porque Ele quer falar com você e te dizer:

“Filho, filha, sabe o que te falta pra sua vida mudar? Tenha um coração grato mesmo quando eu não fizer o que me pedes, porque Eu sei o que é bom, perfeito e agradável”.

Deus é lindo né? E eu não poderia deixar de te passar essa mensagem e quero finalizá-la louvando uma canção que eu amo e que é uma oração linda demais:

“O Deus que surpreende, que me ensina sempre que eu preciso confiar mesmo sem compreender; o Deus que surpreende um dia após o outro e faz o sol brilhar pra mim inédito outra vez; eu me rendo a Ti, Senhor, faz prevalecer o teu querer, pois tudo o que eu preciso está em Ti”

Amém?

Glorificado seja o nome do Senhor! Aquele que Reina para sempre!

Fiquem na paz.

Lela

Alegria bem fundamentada!

Ao ler o título, talvez você imaginou que fossemos abordar sobre a verdadeira alegria que se encontra em nosso Deus, e não nos prazeres do mundo. Mas hoje, queremos falar não apenas disso. Nosso desejo, é te fazer refletir, sobre em que está fundamentada a sua alegria. Você se alegra em todos os momentos da sua vida? Sejam aqueles dias de vitória e também os de dificuldades? Sim, ou não? Por quê?

É interessante como somos habituados a nos alegrar apenas quando bons acontecimentos estão a tona. A princípio nós enxergamos como o óbvio, afinal, que louco iria estar feliz mesmo vivendo em meio a dificuldades? Mas é possível!

Você já leu o livro do profeta Habacuque?

No capítulo 1. Não conformado com a situação em que se encontrava, ele questiona sobre a santidade e justiça de Deus.

No capítulo 2. Habacuque decide aguardar o que ele dirá sobre sua queixa. E o Senhor responde: “Pois a visão aguarda um tempo designado; ela fala do fim, e não falhará.Ainda que se demore, espere-a; porque certamente ela virá e não se atrasará” (Hc 2:3)

No capítulo 3. Finalmente decide orar e abre seu coração.

“Tranquilo esperarei o dia da desgraça que virá sobre o povo que nos ataca. Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação”.

Habacuque 3:16-18

Mesmo sabendo o quanto Ele nos ama e tem cuidado de tudo, permitimos que o desespero e as lamentações tomem conta de nossas emoções. É absolutamente normal, que dias de luto, “dias maus”, venham querer retirar de nós o ânimo e a disposição pra fazer com que aquilo seja apenas passageiro.

Habacuque percebeu que lamentar não estava resolvendo seus problemas, mas orar era a solução. Deus se importa muito mais com suas reações diante as dificuldades do que com com as próprias dificuldades. Ele quer te ver erguendo a cabeça e se alegrando ao lembrar das promessas de um futuro brilhante. Ele se orgulha, ao ver que você se alegra muito antes da vitória ser alcançada.

Eu te desafio a viver em alegria, independente do que aconteça. Creia, até as promessas anseiam em te encontrar, mas Aquele que sabe de todas as coisas tem guardado o tempo certo para isso.

Assim como Habacuque, abra seu coração para Ele, e desfrute dessa loucura que é viver uma alegria bem fundamentada!

Por Laís Barros. 

Ele tem saudades de você!

Há algum tempo eu estava em minha igreja local com o pessoal do ministério, que estava se preparando para o seu 1° workshop que haveria naquele final de semana. Assim que cheguei na igreja, era necessário um material (que eu não lembro qual seja) que estava em falta e era muito importante.

As meninas pediram para que eu e um outro amigo meu, que também fazia parte do ministério fossem em algum lugar comprar aquele material, e fomos de moto. Ele pilotando e eu na garupa.

Nós andamos muito, muito mesmo e não achávamos o “bendito” material.

A medida que andávamos o Espírito Santo falou algo comigo. Eu não sei se você tem moto, mas com certeza já foi garupa de alguém, ou é. E quando estamos na moto observamos que quanto mais a moto corre, o vento é mais forte, quando nós estamos parando o vento vai diminuindo.

Naquele momento o Espírito Santo me disse: -“Da mesma forma é a sua vida espiritual. Quanto mais intenso, ousado você for em mim, a minha presença será forte em você. Mas a medida que que você vai parando, retrocedendo por motivos banais, minha presença vai enfraquecendo em você!”

Queridos, aquilo foi muito forte para mim, pois entendi que eu precisava mergulhar mais, desejar mais a presença daquele que me quer perto dEle. O Espírito Santo não é uma força, mas uma pessoa que tem sentimentos, sensações e reações. E talvez, o que o Espírito Santo esteja sentindo por você é saudade. Isso mesmo! Saudade de conversar com você, de escutar os seus lamentos, choro, alegria, conquistas e até mesmo derrotas, pois era Ele mesmo  que te consolava. 

Nesse dia, nessa sexta-feira que inicia o mês de outubro, você pode fazer desse mês o melhor da sua vida, se enchendo do Espírito e se entregando totalmente a Ele.

Eu já falei isso em outros textos, mas eu volto a repetir: “Enchei-vos do Espírito não é uma sugestão, mas uma ordem!”

Sabe, é impossível eu namorar uma pessoa se eu só tenho ela como namorada no meu status do facebook, mas eu não conheço ela, se eu não convivo com a mesma, criando um vínculo, intimidade.

Não adianta postar vários versículos da Bíblia se eu não os vivo, não adianta dizer que ama a Jesus e ao Espírito Santo sem desejar estar perto.

Que Deus abençoe seu final de semana e entregue-se totalmente a ao Espírito Santo sem reservas, sem protocolos.

Ele tem saudades de você!

Por Geison Flávio. 

#SolteiroSIM!

Estar solteiro é para muitos da sociedade sinônimo de ser infeliz, encalhado, escolher demais, “vai ficar pra titia”, etc.. Mas, por favor, quero deixar bem claro que quando falo de estar solteiro é: Não ter ninguém de fato, sem beijo, sem contato físico, nada!

Se você encontra-se nesta situação de estar solteiro você vai se identificar com alguns “sintomas” comuns que todo solteiro sofre. Às vezes bate um desespero, o medo, a tristeza, a carência, aquela ansiedade de conhecer e ter alguém. E como não bastasse você é cobrado pela família, amigos, colegas de trabalho e por todos aqueles que sabem que você está solteiro, mas não poderia deixar de ressaltar algo muito importante que acontece: Todo mundo que aparece é a pessoa certa para você namorar. Aí começa as brincadeiras e questionamentos:” Por que não? ; “Ahhhh é tão bonitinho(a)!”. E lhe apresentam todas as qualidades do mundo, e por fim não dar certo e a culpa é sua que não quis dá uma chance.

Solteiro não é uma doença, muito menos um estado de calamidade. É aquela velha história –  “É melhor está só, do que mal acompanhado!”. Se  você sente-se pressionado pelas as pessoas em ter alguém, não se sinta mal por isso, muito menos estranho, pois estar solteiro até onde eu sei não é viver em solidão, até porque tem muita gente com alguém e se sentindo só, e a pior solidão é a de si mesmo.

Então, ame-se primeiro para depois amar alguém! E acredito sim quando dizem: “Você nunca vai ser feliz com alguém, se você não aprender a ser feliz sozinho!”. Então viva essa fase de estar solteiro da melhor forma possível e existe as vantagens, como por exemplo:  você pode aproveite para estudar mais, fazer cursos, aproveitar seus amigos, fazer viagens, ir a congressos, servir ao Senhor com tudo que você pode, cuidar de você, se presentear, assistir filmes que você gosta, sair com as pessoas que  gosta, conhecer pessoas novas, sorrir de você mesmo, ser livre e viver você!

Não pense que sou contra relacionamentos. Apenas acredito que temos que aproveitar essa fase sem cobrança e tristeza, aproveitar intensamente, pois sei que vai chegar um tempo em  que vou ter que compartilhar a minha vida com outra pessoa –  as alegrias, os problemas, as escolhas, e por fim não vai ser apenas a minha vida, mas outra vida! A palavra ensina que “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. (Eclesiastes 3:1).

Talvez hoje o seu tempo seja viver e se tornar a sua melhor versão de ser solteiro(a). Jesus quer te ensinar a ser feliz e viver os sonhos e os propósitos Dele que planejou para realizar em sua vida agora!

Que o Senhor te abençoe e deixa sua opinião!!

Por Eduarda Souza.

Fraqueza=Poder

“e Ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo” (2 coríntios 12.9).

Que versículo lindo, não é mesmo?!

Ao olharmos para nós, para a nossa vida vemos o quanto passamos por dificuldades, desafios, lutas diárias e só nós podemos descrever o que é isso. Por mais que as pessoas nos traga uma palavra de conforto, um abraço, nós até nos alegramos, mas logo depois percebemos que estamos “sós” para enfrentar e tentar resolver os nossos dilemas.

Quando eu olho para este versículo começo a pensar em o quanto somos falhos, fracos, mas ao mesmo tempo fico admirado por saber que existe um Deus que se importa conosco. Eu sei sim o quanto sou fraco, o quanto não presto, o quanto eu sou humano e não consigo ser perfeito, mas de uns dias para cá tenho aprendido que preciso ir para Deus com minha humanidade, do jeito que eu sou, porque por mais que eu tente mudar, só Ele pode me fazer ser o que Ele mesmo deseja que eu seja.

Quando nos convertemos, mudamos de direção. Nos encontramos com Jesus e carregamos a cruz, porém, a fraqueza vem, a tristeza vem, a vontade de desistir vem. Mas quero te lembrar uma coisa: É NA SUA FRAQUEZA QUE DEUS APERFEIÇOA O PODER DELE! Pense nisso:

Aperfeiçoar é um verbo (ação)  transitivo direto e significa “completar”, “terminar”, ou seja, por mais que a fraqueza seja desgastante, a tristeza vem como um turbilhão e você simplesmente pensa em desistir, devemos nos alegrar, pois são neles que Deus completa sua obra em nós.

Que você possa no dia de hoje se alegrar, pois existe um Deus que te ama e te diz: – “Filho, não desiste! Ta fraco? É na sua fraqueza que eu aperfeiçoou o meu poder!”

E que sua oração seja: “Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo!”

Amém?! Deus abençoe o seu dia!

Por Geison Flávio. 

Você compra livros para ler ou enfeitar estante?

Gente, estava eu aqui lendo algumas coisas na internet quando descobri um cara genial que foi o primeiro brasileiro a receber através de homologação oficial, o título de melhor memória do Brasil pelo Rank Brasil, o livro dos recordes nacionais, seu nome é Renato Alves, e ele tem cursos destinados a memória, como potencializar a sua utilização nos estudos e tal; vi vídeos dele e li alguns artigos muito interessantes e resolvi postar um aqui no blog para vocês, além de compartilhar esse segredo maravilhoso (eu mesma tenho uma memória péssima e certamente vou adquirir esse curso).

Segue o artigo:

Você compra livros para ler ou enfeitar estante?

Procrastinar, postergar, protelar, embromar é basicamente a mesma coisa. Aliás, deixar para depois é uma das maiores causas dos esquecimentos, assunto que trato em meu livro “Os 10 Hábitos da Memorização”. No caso dos profissionais, deixar para ler depois o que poderia ter lido ontem significar adiar mais uma vez o seu desenvolvimento pessoal. O psicólogo Alessandro Viana fez um ótimo artigo sobre o problema da procrastinação e apresenta ótimas dica de como evitar.

Procrastinar é algo de que pouco se fala, mas que muito se faz. Embora “embromação” possa ser um de seus quase sinônimos populares, a procrastinação vai um pouco além disso. É um comportamento crônico nocivo, embora muito comum.

É aquele hábito de deixar tudo para depois: uma tarefa “chata”, os estudos, o regime alimentar, as práticas físicas, o abandono de um vício, passar a economizar – coisas que sabemos que precisamos fazer, mas que, por inúmeras razões, ficamos adiando; muitas vezes nos enganando com desculpas frágeis e, não raro, falsas.

O procrastinador é alguém faz várias coisas ao mesmo tempo, exatamente para não fazer aquilo que realmente deve ser feito. Quando pensa no que de fato tem de fazer, sente-se preso e sem reação.

As consequências não raro são danosas, especialmente a longo prazo, quando, olhando pra trás, se percebe quanto tempo foi jogado fora por falta de ação objetiva.

Ao deixar de cumprir certas obrigações, decepcionamos alguém e perdemos credibilidade e oportunidades. Isso se percebe claramente na vida conjugal, no convívio familiar e na carreira profissional. Depois ficamos observando a trajetória de outras pessoas, que entraram em forma, ganharam conhecimentos e avançaram profissionalmente.

Quando vejo pessoas querendo empreender grandes mudanças de imediato, sei que estou diante de um procrastinador, porque ele fica inativo por muito tempo e, depois que percebe nos outros o quanto não evoluiu, resolve mudar tudo de uma vez.

É óbvio que não vai conseguir, porque as nossas grandes realizações são conquistadas aos poucos.

Desse modo, novamente derrotada, essa pessoa tende a desanimar e voltar a procrastinar novamente, repetindo um ciclo fadado à infelicidade.

Enquanto procrastina, a pessoa vai absorvendo estresse por uma oculta sensação de culpa, sentindo a sua perda de produtividade e cultivando vergonha em relação aos demais, por não conseguir cumprir seus compromissos.

A formação de um “enrolador” muitas vezes começa na infância. Crianças podem tornar-se procrastinadoras no futuro por conta do tratamento que recebem dos adultos. Daí a conveniência de revermos constantemente as nossas crenças, para nos livrarmos de influências negativas que adquirimos ao longo da vida.

Duas das vertentes mais clássicas são:

– A criança extremamente protegida, condicionada a achar que sempre alguém fará por ela. Quando adulta, ela tenderá, inconscientemente, a sentir-se insegura para agir, por não ter alguém auxiliando-a.

– A criança que é exageradamente cobrada. Ela pode desenvolver a característica do perfeccionismo. Assim, ela tende à procrastinação por acreditar que, mesmo se dedicando, não conseguirá realizar as coisas de modo primoroso – e acaba postergando tudo o que acha importante.

Tratamento
A procrastinação crônica é quase sempre associada a alguma disfunção psicológica ou fisiológica. Portanto, é passível de tratamento.

Quando recebo pacientes procrastinadores, incluo no tratamento algumas recomendações que ajudam muito a livrá-los dessa anomalia. Eis algumas:

– Reconheça, quando está enrolando, que pode haver mais dor em procrastinar do que em realizar a tarefa. Muita coisa é menos complicada do que parece ser.

– Não deixe aquele afazer chato por último, para que ele não se torne urgente e o apavore ainda mais.

– Experimente a sensação de alívio e o fortalecimento da auto-estima após concluir uma tarefa e perceba que livrou-se dela de maneira positiva, enfrentando-a.

– Para encorajar-se, pense no que vai deixar de ganhar ou no que pode perder caso não realize essa atividade. Se puder escrevê-las e avaliá-las seriamente, melhor.

– Se a tarefa for muito trabalhosa, divida-a em partes e vá realizando uma a uma, com um pequeno intervalo entre elas, e comemorando (sim!) a última concluída.

– Abra-se para o novo, deixando de agarrar-se às velhas experiências e crenças. O passado não volta mais; o presente é continuamente feito de novos desafios e o futuro é construído passo a passo pelas ações do presente.

– Quando perceber que está querendo procrastinar de novo, proponha-se a atuar por apenas alguns minutos na ação que está tentando evitar. Pode ser que você perceba que não é tão desagradável quanto pensava e venha a vencê-la (touché!).

– Caso lhe seja por demais desagradável, dê-se uma pausa e passe a fazer algo útil (não pare de agir), mas determine quando voltará ao assunto pendente.

A principal vitória é vencer a procrastinação em si. Trata-se de uma vitória para a vida inteira, como a daquela criança que um dia perde o medo do escuro.

Motive-se: tire aquele livro novinho da estante e comece a ler agora mesmo. Aproveite este momento de leitura para acelerar ainda mais a sua velocidade. Isso mesmo! Ao mesmo tempo em que você lê um texto você pode aproveitar e aplicar os métodos de leitura dinâmica e fazer esta leitura render ainda mais. Um livro por semana? O que acha?

Vamos diminuir a procrastinação no trabalho e nos estudos.

Tenha ótimas lembranças,
Renato Alves – Recordista Brasileiro de Memória

Link desse Artigo

Bom gente, espero, de verdade, que vocês tenham gostado dessas informações e eu mesma quero ir em frente, quando eu comprar o curso conto pra vocês o que estou achando, ok?

Tenham uma bela semana!

Por Lela

Limpando a casa.

Imagine você na sua casa!
Agora imagine que a sua casa esteja super bagunçada, cada cômodo com a sua bagunça, porém você está muito cansado para arrumá-la e apenas se deita no sofá e liga a TV.
A sua casa está bagunçada, mas o fato de só estar você em casa isso não lhe incomoda, porque ninguém lá fora sabe como a casa estar por dentro, e enquanto as pessoas lá foram não verem a bagunça que há dentro está tudo tranquilo.
Porém a campanhia toca e você não espera visita. Agora essa bagunça pode se tornar um problema, enquanto você está pensando na bagunça a pessoa que está batendo na porta chama o seu nome, parece que ele sabe que você está em casa.
Então você pergunta: Quem é?
E a resposta lhe surpreende!
Porque uma voz sublime diz: Sou Eu, Jesus. Você me deixaria entrar?
Um silêncio invade a sala, você esperava qualquer pessoa menos Jesus nesse momento. Então você lembra da bagunça e percebe que não pode receber alguém tão importante em uma casa tão bagunçada.
E logo começa a pensar em como pode arrumar a casa rápido para que possa receber Jesus. Porém uma faxina levaria muito tempo e enquanto isso Jesus está lá fora esperando você abrir a porta.
Então, Eis que uma ideia surge! Você fecha todas as portas de todos os cômodos, tudo bem que a casa não ficaria limpa, mas Jesus não veria a bagunça porque as portas estariam fechadas.
E você corre rapidamente fechando todas as portas e a única coisa que você arruma é a sala, porque é lá que as visitas ficam. Então você arruma as almofadas, tira o lixo do móvel e deixa tudo arrumadinho na sala e corre para abrir a porta.
Maravilha! Tudo certo, Jesus está entrando na sua casa e ela está toda arrumadinha, pelo menos aparentemente. Parece uma história sem sentido, mas existe um versículo para explicar isso tudo.
“Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo.” (Ap‬ ‭3:20‬ ‭NVI‬‬).

Embora seja um versículo muito utilizado em cultos evangelísticos, evangelismos e cruzadas, este carta foi escrita para uma igreja que ficava na cidade de laodiceia. Isso mesmo! Parece estranho, mas Jesus estava falando isso para pessoas crentes, que embora houvessem nascido de novo, mas não haviam permitido Cristo transformar áreas de suas vidas que estavam erradas, eles sabiam, mas não queriam mudar.

O Espírito Santo quer nos ajudar a cada dia andarmos como uma nova criatura, como alguém que teve um encontro com Cristo e não conseguiu mais ser o mesmo.
Nesse processo que a Bíblia chama de renovação da mente, nós precisamos cooperar com o Espírito Santo para que através da Palavra de Deus, áreas da nossa vida que foram danificadas pelo pecado comecem a ser restauradas e transformadas.
Embora a Bíblia diz que Aquele que começou a boa obra há de terminá-la, é necessário que haja antes um esforço nosso para que Deus opere em nós a transformação que Ele deseja.
Mas, voltando a história. Antes de Cristo entrar em nossas vidas, ela estava toda bagunçada e cada cômodo dessa história é uma área da nossa vida que foi danificada pelo pecado e estava a maior bagunça.
E o problema todinho é que o fato de ignorarmos essas áreas que precisam de mudança não vai fazer-las desaparecerem. Embora a porta esteja fechada, lá dentro ainda há uma bagunça. E muita gente pensa em primeiro arrumar a casa pra depois Jesus entrar e não entende que o propósito dEle entrar na casa foi pra justamente fazer uma limpeza que sozinho nunca conseguiríamos e somente Ele é quem pode fazer.
Mas acontece que muita gente está se limitando a somente a companhia de Jesus na sala. E eu comparo esse cômodo com áreas em nossas vidas que foram afetadas pela bebida, prostituição, drogas, farras, pecados bem explícitos que todos vêem facilmente em nós e que são os primeiros que abandonamos.
Porém Jesus não veio pra visitar, Ele veio morar! E quem vem morar não fica só na sala, Ele vai ter que entrar nos outros cômodos, Ele vai querer limpar cada um desses cômodos.
Toda a sujeira que há debaixo do tapete, embaixo da cama, lixos guardados dentro de caixas que você não tem coragem de jogar fora, toda a sujeira do banheiro, os cantinhos das paredes.
Ahh! São muitas partes que só quem faz limpeza em casa sabe como elas ficam escondidas, estas partes eu costumo relacionar com as áreas de nossas vidas que estão erradas, mas que ninguém sabe e nem ver, porque praticamos quando estamos sozinhos, quando não há ninguém em casa ou nos olhando.
São os históricos da internet com a lista de todos os sites visitados, o histórico de conversa do Whataapp com a lista de todas as conversas, fotos e vídeos que você tem visto. São os momentos a sós com o namorado ou na frente de um computador. São as pessoas que você não gosta, mas que finge que está tudo bem entre vocês, são também as pessoas que você diz que perdoou, mas lá dentro ainda há coisas contra ela, são as mentiras quando ninguém da igreja está por perto, ou os olhares para mulheres com desejos impróprios, a lista é grande e não teria como fazê-la.
Não importa o formato do pecado, é algo que ocorre, mas a pessoa ignora e finge que não existe, porque o fato de ninguém saber torna ele tolerável.
Porém, Jesus veio pra fazer uma limpeza, e nessa limpeza Ele conta conosco abrindo cada porta pra que o Espírito Santo através da Palavra comece a nos transformar.
Tem sujeira que você nem lembra mais, mas Ele sabe onde ela está e que nos ajudar a identificar cada área que precisamos de mudança para assim a cada dia estarmos mais e mais parecido com Ele.
O melhor de tudo é que Ele não vem pra acusar, Mas Ele vem pra restaurar e curar cada erro que se encontra em nós.
A atitude de abrir a porta e mostrar a sujeira é a humildade de reconhecer a supremacia de Cristo sobre as nossas vidas e que Ele pode nos transformar por completo. Pois Aquele que confessar os seus pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar!
“Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.” (Tg‬ ‭1:21‬ ‭NVI‬‬)
Portanto, não deixe portas fechadas pra esconder um cômodo sujo. Seja sincero com o Senhor, se abra com Ele, mostre quem na verdade você é e onde precisa de ajuda. Além de Deus, Ele é Pai! Ele quer nos ajudar a venceremos cada área dessa e é somente com a ajuda dEle que vamos conseguir isso, mas antes é necessário sermos sinceros, confessarmos os nossos pecados a Ele, buscar sua Palavra e o resto é com Ele. Glória a Deus por isso!
Fiquem na Paz do Senhor!
 Por Mário Soares. 

Quando a dor quer te fazer parar!

Há situações da nossa vida que nos deixam com sérias sequelas emocionais. Por mais que queiramos não dar tanta importância, a tristeza, lembranças de dor, sensações de angústia e aflição, nos impedem de voltar a erguer-se novamente. O pessimismo passa a ser tão constante quanto as diversas vezes que você se pega chorando.

“Aah, até parece que esses problemas não vão acabar nunca! Até onde tudo isso vai parar? Tenho vontade de jogar tudo pra cima, desistir de tentar ser feliz… Desistir de ao menos estar feliz por um longo período de tempo até que algo de ruim aconteça de novo.”

“Eu não dou certo pra nada. Meu futuro será vergonhoso. Meu salário nunca vai melhorar. Já me decepcionei demais, não confio em ninguém. Nunca vou conseguir ser mãe. Eu nunca vou conquistar aquele sonho de consumo. Minha família? Rum, desisti deles faz tempo!”

Acaba que se nos permitirmos permanecer dessa forma, vamos literalmente parar no tempo. Afinal, viver assim é deixar os dias se passarem, sem buscar algo que nos faça feliz. Não confia mais em ninguém, não se ama, o dia a dia de trabalho ou estudo é feito de qualquer forma, nada mais é valorizado.

Mas hoje, eu quero te lembrar de alguém que você conhece bem, e que também já temeu o amanhã… O Max Lucado (em seu livro Seu nome é Jesus) se refere a Jesus, imaginando como deve ter sido seus últimos instantes no lugar que cresceu, viveu, aprendeu tanto… nos lembrando que Ele também já foi tão humano quanto eu e você…Deu uma olhada na carpintaria. Pegou o martelo. Bateu na madeira já bastante desgastada do cavalete. Viera para dizer adeus. Chegara o momento de partir.

Assim, veio sentir pela última vez o cheiro da serragem e da madeira. A vida era calma ali. A vida era tão… segura…. Naquele chão empoeirado ele brincou e engatinhou enquanto seu pai trabalhava. Fico pensando se ele hesitou. Se seu coração estava partido. Se segurou algum prego nas mãos, antevendo a dor que sentiria. Fico pensando se Ele quis ficar. “Poderia fazer um bom trabalho aqui em Nazaré. Estabelecer-me nesta cidade. Ter uma família. Ser um líder da comunidade.”

E, se tivesse optado por ficar, quem saberia? Quem o culparia? Mas o coração não o deixaria fazer isso. Se houve alguma hesitação da parte de sua humanidade, ela foi vencida pela compaixão de sua divindade.

E sua divindade viu os rostos. Alguns franzidos. Alguns chorosos. Alguns obscurecidos pelo medo. Alguns sinceros em sua busca. Do rosto de adão à face da criança que nasceu em algum lugar do mundo enquanto você lia essas palavras, ele viu a todos.

E você pode estar certo de uma coisa. Dentre as vozes que ecoaram naquela carpintaria em Nazaré, estava a sua voz. Suas orações silenciosas, feitas num travesseiro molhado de lágrimas, foram ouvidas antes mesmo de serem feitas. Suas

dúvidas mais profundas sobre morte e eternidade.

Ele partiu por sua causa. Não desiste não, deixa Deus te curar, arrancar essas mágoas, retira essa dor com a

presença do Espírito Santo, nosso consolador. Se permite brotar sentimentos de perseverança e fé, crê tão somente, vai dar certo sim. Deus vai fazer acontecer. Basta você confiar, e se posicionar em obediência! Eu quero lutar por não desistir jamais, e vê as promessas do Senhor se cumprir em minha vida. Posso crer que você também foi encorajado?

Assim como Davi disse a Salomão, eu te falo hoje… “Seja forte e corajoso! Mãos ao trabalho! Não tenha medo, nem desanime, pois Deus, o Senhor, o meu Deus, está com você. Ele não o deixará nem o abandonará até que se termine toda a construção do templo do Senhor. I Crônicas 28:20

Toda vez que pensar em desistir, lembra que Ele não desistiu de você…

Não para não!

Por Lais Barros. 

Lugares desertos

Em um mundo tão ativista, em uma sociedade tão capitalista, tão cheias de sonhos, projetos, ideias, vemos o quanto as pessoas têm investido naquilo que é passageiro, ao invés daquilo que é eterno.  Olhamos para os lados e enxergamos mesmo não querendo, pessoas que estão mais preocupadas em guardar bens materiais do que o próprio conhecimento –  que não envelhece, não morre.

E isso não é diferente no cristianismo, ou melhor, não era pra ser. Vivemos em dias onde a “igreja” tem-se preocupado tanto em trabalhar para Deus, que tem se esquecido de ter intimidade, compromisso com o Dono da obra.

Quando olhamos para as nossas vidas, vemos o quanto somos certinhos, falamos o “crentês” fluentemente, as nossas roupas estão adequadas, nós estamos bonitinhos, mas por dentro está tudo podre, continuamos os mesmos arrogantes, incompreensíveis, avarentos,  orgulhosos e intolerantes  de sempre.

Ao lermos a Bíblia conseguimos ver o quanto Jesus foi tão Santo e ao mesmo tempo tão humano quanto nós. Em Lucas 5.15-16 diz: “Mas as notícias a respeito de Jesus se espalhavam ainda mais, e muita gente vinha para ouvi-lo e para ser curada de suas doenças. Porém Jesus ia para lugares desertos e orava.”

Como este texto é simples e forte, não é mesmo?! Jesus, o próprio Deus, que curava, ressuscitava mortos, dava visões aos cegos,  saía para lugares desertos e orava.

Eu começo a pensar e tentar entender o que se passava na mente de Jesus. Talvez as pessoas olhavam para Jesus, e é como se curar, ressuscitar e realizar  tantos milagres  fossem  a sua obrigação. As notícias a respeito de Jesus  corriam, as pessoas O conhecia  muitas vezes pelo o que fazia e não por aquilo que ele era.

Mas quando as pessoas conheciam Jesus face a face, podiam ver e sentir que Ele não era um profeta que fazia milagres, mas o Verbo de Deus encarnado que está  muito mais preocupado em mudar   o que está dentro de nós, o nosso caráter, do que o nosso exterior.

E talvez você esteja dentro da igreja, dentro de ministérios, você tem crescido, as notícias a respeito de você têm sido boas, você é uma benção, porém, tem-se esquecido de ir para lugares desertos e deixar que Deus molde a sua vida. A Bíblia não fala, mas acredito que cada vez que Jesus ficava só, ia para lugares desertos, Deus o enchia cada vez mais, posso ver Deus falando com Ele e seu coração ardendo de amor e paixão por mim e por você.

É no deserto e no  silêncio das nossas vidas que o coração de Deus fala ao nosso!

Quando você trabalha para Deus e não term intimidade com Ele, seu trabalho não está valendo de nada, pois você é apenas um empregado e Deus seu patrão. Porém,  o filho é diferente, pois é impossível você ter encontrado com Jesus e não querer que outras pessoas o conheçam.

Querido, eu encerro este texto dizendo que os desertos, os lugares onde ficamos sós é onde nós aprendemos. Ter pessoas, amigos é maravilhoso, mas nada compara-se à presença santa e incorruptível de Deus, nada compara-se a contar para Ele os nossos anseios, vontades e sonhos.

Faça como Jesus, vá para lugares desertos e encha-se de novo, e então seu trabalho não será vão no Senhor!

Por Geison Flávio. 

Por que devo crer?

O ato de crer é o que nos move aqui na terra, neste curto período de tempo. Então se eu não crer na Palavra de Deus como viverei em paz abundante, em plenitude, reinando em vida como filha de Deus? Acredito que será impossível revelarmos a Glória de Deus sem Fé. Senão vejamos:

“Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam”. Hb 11:6

— Versão Almeida Atualizada

O escritor aos Hebreus diz que eu só posso agradar a Deus se tiver Fé, então o oposto é verdadeiro, caso eu não creia e não possua Fé estou o desagradando e o nosso objetivo é agradar ao Senhor e não apenas isto, o versículo acrescenta que seremos premiados se o buscarmos, se nos consagrarmos e nos relacionarmos intimamente com o nosso Pai.

Então como terei Fé? Como aumentarei a minha Fé?

Rm 10:17, o apóstolo Paulo diz que a Fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus, ou seja, eu preciso ouvir a mensagem da Palavra a fim de que a Fé seja gerada em mim, quando ouço,  a semente é lançada, mas precisa germinar, amadurecer e dar fruto.

As plantas passam por um processo de amadurecimento para que possam frutificar e precisam de condições favoráveis, água, temperatura adequada, luz do sol, fatores externos que contribuem para o crescimento estrutural e interno da semente, por consequência vem o fruto.

Atribuo o nosso fator externo o ouvir, precisamos ouvir para que Fé nos alcance, os nossos ouvidos, ou se alguém tiver alguma deficiência,  o tato ou outra forma que ouça, este é o fator extrínseco. Porém existe toda uma estrutura que deve ser formada em nosso interior com o propósito de aumentar a Fé e frutificar, cujo foco é andar em amor e crer na Palavra de Deus como a essência da vida, e esta estrutura é formada através da oração em línguas e na leitura e meditação da Palavra, constantemente.

Em Judas 1:20 é dito que a Fé é edificada orando no Espírito e enfatizo que deve-se orar em outras línguas hora após hora, assim como a leitura e meditação na Palavra trará entendimento e fortalecimento interior aumentando a Fé. Estes são os dois principais fatores intrínsecos com o objetivo de crescimento e amadurecimento da Fé. Um não anula o outro, precisa-se ouvir e após ler, meditar na Palavra e orar em línguas.

Então por que devo crer? Porque a Fé é o nosso gás, sem ela jamais alcançaremos a maturidade espiritual e revelaremos o reino de Deus na terra. Sem ela não agradaremos ao nosso Pai.

Por Jacyandra Andrade.

Pra quê viver assim?

Esses dias estava conversando com uma amiga e pude ver em sua feição, em suas atitudes o quanto ela não estava bem, o seu rosto resplandecia a sua tristeza. Cheguei até ela e perguntei se estava bem e a resposta foi: – “Estou sim!”, porém, eu já sabia que a resposta seria essa, sempre é assim, pois sempre queremos esconder as nossas emoções com medo ou receio do que as pessoas irão pensar.

Até que eu insisti e ela me disse que não estava bem, se sentia  “insuportável”, e que não sabia o que era. Confesso que na hora fiquei sem reação, pois não tinha muito o que falar. Eu já estava cansado  dessa situação, sabe?! O que mais tenho visto entre meus amigos, colegas, pessoas que vivem dentro das igrejas são pessoas assim – tristes, cabisbaixas, sem alegria, cansadas de si mesmo, cansadas dos problemas, com vontade jogar tudo pra o alto e desistir.

Na mesma hora eu lembrei de uma ministração de Fernanda Brum  onde ela fala para as mulheres que TPM não é desculpas (este texto não é só para mulheres não) para ficar triste, pra baixo, “esquisita”, pois os homens também têm guerra de hormônio, e ela falou de uma experiência que acredito eu,  que vive isso todos os meses.

Fernanda falava que todas as vezes em que fica esquisita, estranha, ela olha para o espelho, olha para si mesmo e diz: -“Fernanda, você não é guiada por si própria, mas guiada pelo Espírito Santo e Ele é alegria, domínio próprio (…)”

Lembro que quando assisti Deus falou muito forte comigo, pois sei que isso é um desafio para nós homens, mulheres, jovens, adultos, velhos. E disse a ela( minha amiga) : -“Olha, renunciar o eu, a carne, é também nessas situações.”

Eu não estou querendo dizer que você que está lendo este texto não pode ficar triste, não, de forma alguma. Estou dizendo que suas emoções não podem afetar a sua vida espiritual, não podem afetar as pessoas que estão ao teu lado.

O que eu quero dizer à você é: Muitas vezes nós damos importância demais às nossas emoções que nos deixam cegos. Quantas vezes você estava triste e várias pessoas passaram por você e não deu nem a mínima, teve oportunidade, mas não falou de Jesus. Quando olhamos para a Palavra de Deus observamos que os discípulos de Jesus erraram, se entristeciam, mas não deixavam  de falar de Jesus, não deixava de refletir o caráter de Cristo.

Se as pessoas falassem de Jesus com a mesma intensidade e importância que dão às suas emoções, sentimentos e abusos, o mundo já estaria salvo. 

Escolha hoje viver a vida abundante, a alegria viva e transbordante de Deus!

“O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, e dele recebo ajuda. Meu coração exulta de alegria, e com o meu cântico lhe darei graças” (Salmos 28:7).

Quer se alegrar? Comece exaltando, adorando a Deus e declarando a santidade de Deus, aí sim, você será alegre e cheio do Espírito.

Por Geison Flávio. 

Sozinho e bem acompanhado!

As vezes a única coisa que precisamos é da presença de quem está conosco. No mundo on line isso tem sido a cada dia mais raro.

Você já passou por momentos na vida que nem você se entende? A resposta pra essas situações difíceis, nem sempre é o sermão, existe uma diferença no processo de tristeza que é saudável e o depressivo. Ficar triste é normal, todos passamos por momentos ruins, mas isso é diferente de pessoas que vivem tristes e nada que aconteça é capaz de alegra-las.

Solidão não tem a ver com a quantidade de relacionamentos que você tem, mas a qualidade deles. Eu tenho um irmão, ele chama Yuri, ele é do tipo de cara gente fina, super inteligente e.. bom, geralmente, se você não falar com ele, ele se contenta em ouvir a conversa do círculo de pessoas, observar e cumprimentar com um sorriso todo mundo. Caso alguém puxe a conversa com ele, ele vai se mostrar a pessoa mais legal e simpática que você conhece. Ele raramente fala da vida dele pra quem não conhece e são contados nos dedos as pessoas que ele chama de amigo. Eu acho fantástico observar ele quando  está com esses amigos de verdade,..  a atenção que ele oferta pra essas pessoas, como ele consegue se manter sempre bem humorado, ele sofre junto, se alegra junto, investe tempo, qualidade de tempo etc, enfim, diferente de muitos, ele escolheu uma parte especial de viver a vida. Aprendo muito com meu irmão.

Certa vez uma pessoa bem quista no meio “popular” externou pra mim que muitos desses artistas sentem que todos querem receber algo deles, vivem cercados, alvos de revistas, jornais, manchetes, carreira alavancando,..  mas se sentem sozinhos, porque na verdade não tem qualidade de relacionamento com ninguém, vivem cercados e vazios. É interessante ver o contraste desses universos, nem sempre o que parece é.. Isso gera uma serie de problemas e o maior deles é a depressão que tem raiz na solidão.

Mas sabe de uma coisa, nem todo “solitário” é necessariamente uma pessoa em solidão, as vezes precisamos ter um bom relacionamento com nós mesmos.

A questão é a forma que absorvemos os eventos da vida, problemas na verdade sempre vão existir, eles só mudam, mas sempre existem. Precisamos mudar o foco da nossa vida para aprender a usufruir dela, que foi dada por Deus.

Você tem percebido que está sozinho? Use esse tempo pra conhecer mais a Deus. Águias voam sozinhas, sem se sentir solitárias. Não digo que precisamos andar sozinhas o tempo todo, mas estou dizendo que um tempo a sós também faz muito bem, não é preciso se entregar ao sentimento de autocomiseração toda vez que isso acontece.

Eu amo café e vira e mexe ando pelo shooping e paro pra tomar um café, geralmente só. É incrível como nesse tempo meu instinto de observar aguça, eu aprendo tanto observando as pessoas, como elas são diferentes, as manias, forma de falar, maneira engraçada de rir,cumprimentar. Ontem, presenciei uma moça revelando pro esposo que estava grávida, foi tão lindo. Nem percebemos, mas “curtir” um momento sozinho faz muito bem, começamos a nos aprender, nos ensina a sermos menos egoístas também, a nos alegrar com os outros de verdade.

Andei pensando sobre isso, tudo que você quer e não tem.. Bom, talvez a melhor forma de receber é semear isso na vida de outra pessoa. Sabia?

Soa estranho, mas é  libertador o fato de se alegrar com os outros e sabe de uma coisa, tenho aprendido que não preciso estar sempre bem e com tudo que desejo para ser uma pessoa plena. A vida é mais que isso.

Experimentar solidão, inclusive de perder entes queridos, um divórcio, uma distância geográfica etc, nos ensina que precisamos aprender a não olhar só para o que perdemos, mas a fazer algo com o que temos. Valorize seus momentos, eles são irrecuperáveis.

Mulheres, por exemplo,  têm uma necessidade extrema de serem entendidas,

homens as vezes não entendem isso (na maioria das vezes RS). Ficamos com raiva e chateadas com coisas que não fazem sentido, mas no fundo, nós só queremos

ouvir “Eu te entendo, querida”. Quem pode entender uma mulher? Nós mulheres precisamos ter muito cuidado para não noas entregarmos á “Síndrome do Mimimi”, exatamente por isso. Somos assim, mas isso não pode ser nossa justificativa pro resto da vida. Isso fará com que passemos a vida vendo tudo acontecer com os outros e nada conosco. Deixa eu te falar uma coisa que aprendi na dor, NEM TODO MUNDO VAI TE ENTENDER mas mesmo assim você precisa estar auto-motivado para fazer as coisas certas, mesmo sem apoio. Nosso consolo e motivação maior está em Hb 4 que diz que Deus conhece até o que não falei e sonda meu coração de uma forma

magnífica, entende minhas esquisitices e chiliques, RS e é bom ser moldada por Ele. Quando você prensar que não existe ninguém pra te ajudar, lembre-se de JESUS.

Recuse-se a desistir de ser feliz, tome uma decisão hoje. Abrace mais, olhe mais nos olhos de quem está perto de você, diga mais elogios, expresse mais seus sentimentos, não permita que os dias passem por você sem serem vividos. Deus quer te ajudar a vencer a tristeza da solidão, e sabe.. existem coisas piores que isso. Só podemos andar sobre as águas se sairmos do barco, esse primeiro passo é SEU. Hoje pode ser o seu dia D.

Por Eu escolhi esperar!

A brevidade da vida!

Certa vez encontrei um escorpião em casa, chamei meu marido e ele o matou. Colocamos ele numa pá e deixamos no quintal, para colocar no lixo. Uns minutos depois voltei com o saco de lixo e quando peguei a pá, pude perceber como o escorpião estava diferente. Fiquei impressionada em como não se parecia nada com aquele que eu tinha visto há pouco, até a cor dele parecia diferente. Ele vivo era lindo, bastante assustador, mas lindo; com uma linda cor, todo armado, pronto para atacar e se defender a qualquer momento. Mas morto ele estava até com a cor diferente, parecia que tinha murchado. Como somos frágeis, pensei. Como a vida é delicada. Agora estou aqui, escrevendo este texto, mas não sei o que acontecerá daqui a 5 minutos.

A brevidade da vida pode assustar, mas prefiro vê-la como impulso. Como aquele encorajamento para tentar mais e mais a cada dia fazer as coisas da maneira correta, a evoluir como pessoa e amadurecer espiritualmente. Pensar que nossa passagem por aqui é tão breve, deve servir como motivação para fazermos a diferença como Deus quer que façamos, não para pensar como o mundo quer que pensemos: “a vida é curta, vou aproveitar como eu quiser… deixa a vida me levar”. Subordinar minha vontade à vontade do Pai, é viver da melhor maneira possível.

Percebo que tem faltado paciência para esperar em Deus, submissão verdadeira aos planos do Senhor e tem sobrado atitudes tomadas por impulso. Muitas vezes nós agimos de acordo com a nossa vontade, vivemos confiando na força do nosso braço, sempre temos um “plano b”, mas não podemos esquecer que nossos planos devem estar SEMPRE sujeitos à vontade de Deus, pois somente assim eles darão certo realmente. A bíblia diz que: “Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua.”(Pv. 16:1) e “Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor.” (Pv. 19:21). Ou seja, não adianta ficarmos ansiosos ou forçarmos situações, a vontade de Deus será sempre o melhor para nós. Nós podemos ter beleza exterior, dinheiro, bens materiais, carreira profissional bem sucedida, mas se não estivermos no centro da vontade de Deus, de nada adianta, pois aquilo que aparentemente é bom pra nós, não é a vida em abundância que Jesus quer nos proporcionar.

No mundo nós podemos até conquistar o “respeito” das pessoas pelo que somos exteriormente, mas para Deus de nada adianta, e agradar Ele é o que deve realmente importar para um cristão. “Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto”. O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? “Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras.” (Jr. 17:7-10). Portanto, cuidado com as emoções, com as vontades da carne.

Peça a Deus para renovar o que há dentro do seu coração, para sondá-lo e retirar aquilo que não está de acordo com Sua vontade, aquilo que te impede de crescer e edificar sua vida. Aquilo que te prende às coisas pequenas desse mundo. Dessa forma, quando não estivermos mais aqui, seremos lembrados por termos sido pessoas que valorizaram as coisas do alto, que viveram para honrar e glorificar o nome do nosso Senhor, que guardaram a fé e viveram de forma digna. “Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.”(Sl.51:10).

Por Camilla Oliveira. 

Cadarços amarrados.

site150515Os atos de uma pessoa podem afetar um grupo inteiro. Esta verdade ficou clara ao jornalista Sebastian Junger ao acompanhar um pelotão de soldados. Junger observou um soldado abordar outro soldado cujos cadarços estavam arrastando no chão.

Ele não o confrontou por uma questão de estética, mas, porque os cadarços soltos colocavam todo o pelotão em risco – era impossível garantir que ele não tropeçasse e caísse num momento crucial. Junger percebeu que o que acontece a um acontece a todos.

Acã “tinha os cadarços desamarrados” e, de sua história aprendemos que o pecado nunca é individual. Após a grande vitória em Jericó, Deus deu a Josué instruções específicas sobre como lidar com a cidade e seu despojo (Josué 6:18). O povo deveria “guardar-se das coisas condenadas” e enviar toda a prata e todo o ouro “para o Seu tesouro”.

Mas, eles desobedeceram o Seu mandamento. O interessante é que nem todo Israel pecou; somente uma pessoa o fez – Acã. Mas, por seus atos, todos foram afetados e Deus foi honrado.

Como seguidores de Jesus, pertencemos uns aos outros e nossos atos individuais podem impactar todo o corpo e o nome de Deus. “Amarremos nossos cadarços” para podermos, individualmente e em conjunto, dar a Deus e honra que Ele merece.

Os pecados individuais, inevitavelmente, terão impacto público. 

Por Pão diário. 

A máscara da religião

20071216124703mascaras-dinamicaHá uma grande probabilidade de você já ter parado para imaginar o quão grandioso é o fato de Deus ter estado entre nós em um determinado momento da história na forma de ser humano.

Quão maravilhoso deve ter sido presenciar a vida de Jesus de perto, Aquele a quem a bíblia nomeia de verbo de Deus, o qual por intermédio Dele tudo fora criado, ou seja, ter contato direto com o Criador de tudo que existe. Mas sabe uma coisa que talvez você não tenha parado para pensar? Qual assunto que Jesus mais enfatizou enquanto esteve exercendo seu ministério terreno?

Os evangelhos narram que talvez o ponto mais abordado pelo Senhor aqui na Terra foi o religiosismo que imperava entre os judeus, povo de Deus da antiga aliança. Sem dúvidas temos que atentar para esse assunto, pois se ele não fosse importante, não teria Jesus investido tanto tempo para combatê-lo. A missão central de Jesus e o maior desejo de Deus é religar o homem ao Senhor.

O Mestre veio para fazer Dele mesmo a ponte que nos une com Deus e nos permite nos relacionarmos com o Criador, sendo essa desde o princípio a vontade Dele para as nossas vidas. Sabendo essa verdade fica fácil entender porque Jesus bateu tanto na tecla dos perigos da religiosidade, já que é justamente a religião (conjunto de regras humanas, padrões de comportamento, tradições, etc.) que preenche em nosso ser o espaço da comunhão sincera com Deus e que impede o homem de desfrutar da salvação.

O assunto é vasto e não quero aqui esgotá-lo, mas apenas despertar a vigilância para não nos desviarmos da essência do amor de Deus, sem sequer percebermos, sendo induzidos pelos falsos atalhos que a religião oferece, mas que na verdade não nos leva ao excelente caminho da  graça de Deus.

Jesus nos deu o melhor resumo do assunto em Mateus cap. 23: “Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los; “E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes, E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas, E as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens; Rabi, Rabi”.

  Mateus 23:3-7: 13″ Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando. Os judeus estavam bastante presos nessa área, mas não é difícil achar pessoas na igreja se deixando levar por esse mesmo enganoso caminho: Vivendo de aparências; se preocupar muito mais na imagem que quer passar do que realmente aquilo que nós somos; substituir a justificação pela fé na graça incondicional de Deus pela justiça própria que provém de obras não fundamentadas em Deus; o apego à carreira ministerial e as glórias que ela proporciona em detrimento da comunhão diária e intima com o Espírito Santo”.

Não devemos aceitar os atalhos cômodos que a religião proporciona e que a nossa alma não renovada prefere seguir. A comunhão com o Espírito Santo é insubstituível e somente assim é possível receber a revelação genuína que está por trás da letra e que edifica o nosso espírito nos levando a andar na unção de Deus, manifestando o seu Poder. Convém ainda deixar nessa mensagem um testemunho pessoal de Paulo, que assim como Jesus, se preocupou em não deixar que a falsa religiosidade deste século penetrasse na igreja de Jesus e nos fizesse separar de uma vida sincera no Espirito.

“Ainda que também podia confiar na carne; se algum outro cuida que pode confiar na carne, ainda mais eu: Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu; Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo.E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo, E seja achado nele, NÃO TENDO A MINHA JUSTIÇA QUE VEM DA LEI, MAS A QUE VEM PELA FÉ EM CRISTO, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé”Filipenses 3:4-9

Por Renan Bezerra – Convidado do blog(Igreja Palavra que Cura).

Deus te fez assim!

unnamed (3)Você também é mais um das inúmeras pessoas que não se agradam de seu corpo? Reclama por ser muito alto, ou muito baixo, ter cabelos lisos ou cacheados, ser magro ou gordo, ter a pele clara ou escura. Já parou pra avaliar o quanto isso lhe faz mal e impede de estar com sua auto estima estável?

Mas agora eu te pergunto, você acha que Deus errou quando te fez? Não vejo nada demais quando queremos mudar algo que venha te deixar mais feliz. Muitos ficam entediados com o estilo de cabelo, ou preferem engordar ou emagrecer pra melhorar sua condição de saúde ou estética. Mas quando determinada característica, passa a lhe entristecer tanto ao ponto de lhe envergonhar, e até limitar em alguns aspectos, aí é mais complicado.

O Salmo 139:13,14 diz: “Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Disso tenho plena certeza.”

Entenda que Deus te fez assim, valorize-se e perceba o quão especial você é, Ele pensou em cada detalhe. Toda vez que vier a murmurar por ser desta forma, vai estar criticando o que Deus planejou, o que ele já apreciava muito antes de você nascer. Cuide-se, jamais deixe de zelar pelo seu corpo, mas não permita que a “desculpa do cuidar” queira encobrir um verdadeiro “culto ao corpo”, ou até obcessão pelo corpo perfeito tão falado por aí.

Lembre-se, Deus te ama muito do jeitinho que você é. Mais vale saber que Ele se agrada por você se sentir feliz com a forma que Ele te fez, do que ser elogiado por pessoas por aí. Não dê importância ao que se vê nas revistas, um mero padrão não se compara com o que Ele criou com Suas próprias mãos.

Não é da noite pra o dia que sua concepção vai mudar, mas tenta praticar essa ideia, e logo verá que se olhar no espelho será bem mais prazeroso!

Por Laís Barros.

Destruindo fortalezas!

imagesAssisti a um programa de TV que estava falando sobre novos tratamentos de beleza e massagens para os pés. Então mostraram uma bailarina que falou que odiava os seus pés, que eles eram horríveis, cheios de calos, deformidades e marcas, já que ela passava a maior parte dos dias de sapatilha de ponta. Ela ainda disse que não usa sandálias, pois acha que todos prestam atenção nos seus pés. Ainda mencionou que quando está cansada e seu namorado oferece uma massagem, não tem coragem de aceitar e que evita idas à praia, mas quando vai, enterra os pés na areia. Ela falou tão mal dos próprios pés, que fiquei curiosa para vê-los. A matéria ia terminar com esta bailarina em um centro estético, experimentando uma nova técnica para diminuir as marcas dos seus pés e eu esperei. Ao final, ela mostrou os pés e eu fiquei impressionada em como eles eram bonitos. Sim, eram bonitos. Realmente havia alguns calos e marcas vermelhas, mas achei tão insignificantes. E ela, coitada, mal deixava os pés serem filmados enquanto fazia o tratamento.

No mesmo instante lembrei do meu cabelo. Cresci ouvindo que ele é muito volumoso e ondulado, que não combina com cortes curtos, que cabelo liso é mais bonito e tantas outras coisas. Não preciso nem falar sobre as neuras que se formaram na minha cabeça, né? Sou adepta à escova e chapinha, mas ultimamente não tem sido fácil manter o cabelo do jeito que gosto, pois um bebê requer muito tempo nosso e nem sempre é possível. Então aproveitei a matéria que vi e a palavra que veio ao meu coração e decidi deixar meu cabelo secar naturalmente, sem qualquer ajudinha do secador. Resultado: fiquei tão surpresa quanto com a matéria da bailarina, achei ele lindo! Estava ondulado, com uma forma que achei muito bonita. Fiquei impressionada com a imagem que eu fazia do meu cabelo, eu esperava uma coisa tão horrível! Então eu refleti em como potencializamos coisas que vemos como defeitos em nós, no quanto somos capazes de distorcer nossa própria imagem e vermos coisas que os outros não veem. Muitas vezes as pessoas nem perceberam, mas nós mesmos fazemos questão de falar, de ressaltar o que não gostamos e, assim como aconteceu com a bailarina, aguçamos a curiosidade dos outros para o que vemos como defeitos.

Imediatamente me veio à memória uma pregação que havia visto sobre as fortalezas que satanás constrói em nossas mentes. Meu Deus, como acreditamos nas mentiras dele! Às vezes caímos como patinhos nas armadilhas que ele prepara e nos deixamos ser tratados como brinquedos em suas mãos. É bem verdade que as investidas dele começam bem cedo, quando ainda somos crianças, é assim que ele consegue criar complexos e traumas dentro de nós, mas somos capazes, sim, de desfazer essa imagem errada que temos e passar a enxergar a verdade de Deus para nossas vidas! Satanás quer que odiemos nossos corpos, mas temos que lembrar que somos feitos à imagem e semelhança de Deus e cada parte é preciosa, especial e bonita. Nosso corpo é templo do espírito santo, não devemos malquerer ele! Cada detalhe nosso foi criado por Deus, Ele não errou, fez exatamente como queria fazer. Ele nos fez diferentes de propósito, somos únicos, ímpares.

Logicamente existem partes que não nos deixam muito satisfeitos (e essa insatisfação geralmente vem por responsabilidade nossa, já que temos preguiça de praticar exercícios, comemos o que não devemos e tantas outras coisas que nós decidimos fazer), mas aí entra o equilíbrio. Devemos saber cuidar dos nossos corpos e tentar melhorar o que não nos deixa bem, mas não permitir que a insatisfação nos domine, de forma que nos tornemos o tipo de pessoa que não se aceita e quer se enquadrar no padrão de beleza atual a qualquer custo. Por mais que a gente tenha um estilo de vida saudável, em todas as áreas, nós ainda teremos características só nossas e assim acontece com as outras pessoas, portanto não queira ser igual a ninguém, foque em melhorar o que já existe em você.

Um dia assisti a um documentário que falava sobre a forma que meninas de 9 a 13 anos se viam. Um fotógrafo tirou fotos de todas elas, então manipulou as imagens com um programa de photoshop e depois imprimiu, sendo duas fotos com elas mais magras e duas com elas mais gordinhas e apenas uma com a imagem real. O resultado foi surpreendentemente triste pra mim! Quando eles perguntavam qual foto delas era a que foi revelada com o tamanho real, sem manipulação, a maioria escolheu uma das duas fotos onde elas estavam com tamanhos maiores. E depois perguntaram com qual foto elas queriam parecer, e elas escolhiam uma das duas mais magras, principalmente a mais magra de todas. Isso é muito triste! Elas se viam acima do peso que realmente tinham e queriam ser bem mais magras, sendo que a foto original era a mais bonita! Mas elas não enxergaram isso. Imaginem a confusão que devia estar na cabeça daquelas meninas? Mas não pensem que esta é uma realidade distante, isso acontece dentro das nossas casas. Acontece com a gente, com as nossas filhas, irmãs, mães, primas e amigas. Por causa dessa imagem distorcida de si, as pessoas têm se tornado cada vez mais carentes e buscam aprovação em qualquer lugar,de qualquer pessoa e a qualquer custo.

E o que podemos fazer para derrubar essas fortalezas? Renovar as nossas mentes (“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Rm 12:2), conhecer a verdade de Deus sobre nós (“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” Jo 8:32) e ouvir a palavra, pois assim nossa fé aumentará (“Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo.” Rm 10:17). Desta forma, conseguiremos trocar as informações erradas que já existem dentro de nossas mentes, pela verdade de Deus, então poderemos desfrutar a nossa vida livremente. Sem complexos, neuras e amarras. As fortalezas nos aprisionam num mundo triste e sem vida, viramos escravos dessas dificuldades. Deus não quer isso para as nossas vidas, então vamos pedir Sua ajuda, vamos passar a filtrar melhor as informações que entram em nossas mentes e sempre que ouvirmos uma mentira de satanás, falar em alto e bom som o que somos para Deus!

“Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.” (Sl.139:14).

“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jr 29:11).

“mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1Co 2:9).

“Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mt 7:11).
“Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Ef.2:10).

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Rm. 8:28).

Por Camilla Oliveira. 

O que a Tua glória fez conosco!

hqdefaultOntem o ministério de artes Kadosh foi ministrar em uma igreja, e como essa ministração nos extasiou, eu mesmo estou sem palavras, não só pela apresentação, mas pelo conjunto de tudo que nos fez perceber o quanto Deus nos ama e o quanto a sua graça é maravilhosa. Ele nos usou, não porque merecemos ou por nós, não. Mas pela graça que foi derramada sobre nós. Tudo foi maravilhoso e perfeito, Ele cuidou de tudo, Ele cuidou de nós, desde a alimentação até os momentos de entrega e manifestação da Sua glória.

E assim estamos…extasiados, mas cientes de que o que foi derramado ontem não serve para hoje. Só nos resta concluir que a Glória dEle nos deixou assim,  extasiados e com mais sede e fome da Glória, da Presença, do Poder que só Ele tem.

E nesse momento eu te convido a experimentar dessa mesma Glória que foi derramada sobre nós. Sei que hoje é dia de culto e você pode pensar: “Mais tarde eu vou pra o culto, não preciso fazer isso agora, não!”. Quem tem intimidade com Deus deseja e se prostra aos Seus pés independente do tempo, local ou circunstância, pois compreende o quanto necessita dessa Presença!

Peça para que o Espírito Santo te visite e comece a se encher do Espírito. Enchei-vos do Espírito não é uma sugestão, mas uma ordem.

Seja cheio(a) do Espírito Santo, em nome de Jesus!

“Quem já pisou no Santos dos santos, em outro lugar não sabe viver… e onde estiver, clama pela glória, a glória de Deus!

Por Geison Flávio.

Por que precisamos perseverar?

e-tempo-de-perseverarUm dia sonhamos com algo e desejamos alcançar, mas para obtermos o resultado almejado existe um caminho a ser percorrido e possivelmente obstáculos farão parte. E o que faremos? Desistiremos ou iremos até o fim, com objetivo de cruzarmos a linha da vitória?
Assim é a nossa vida aqui na terra, um caminho cujo o alvo deve ser a eternidade ao lado de Jesus. Em Fp 3:12-14, Paulo enfatiza que devemos prosseguir para o alvo, e não só isso, ele dá as instruções para ir adiante; 1- esquecendo-me das coisas que pra trás ficaram; talvez seja escolhas erradas que fizemos e Deus não aprovou, talvez colocamos coisas ou pessoas acima do nosso relacionamento com o Espírito Santo, mas todos precisamos esquecer o passado e seguir em frente, de Fé em Fé, a cada dia, não olhando para os erros, mas buscando sempre acertar mais, priorizando o nosso Paizinho.
Dificuldades irão aparecer com o foco de nos parar, pode ser na Igreja, na família, não somos seres perfeitos e as pessoas ao nosso redor tampouco, mas Jesus nos alertou que aqui nesta terra passaríamos por aflições, porém também diz que venceu o mundo.
O importante é seguir em frente com os olhos no lugar certo, Jesus Cristo, é por ELE que estamos aqui, é NELE que precisamos permanecer ligados para nos dias maus revelarmos amor.
Vamos em frente, somos um povo escolhido por Deus para prosseguir e nunca, jamais, retroceder.
Por Jacyandra Andrade – Convidada do blog.

AVIVAMENTO!

mail.google.comDepois de pensar muito e buscar em Deus, o que falar? Bem, não irei demorar! Pois sei que Deus pode fazer em 5 minutos o que “eu” não poderia fazer em 5 horas.

Então vamos lá:

Nossa geração necessita de um avivamento! “Eu” começo dizendo que avivamento não é a tampa da chaleira voando, e sim o fundo da chaleira caindo. Clamamos por uma geração de mais manifestação, do que exibição. Posso ser chato? (sendo verdadeiro) não acredito que vivemos na atualidade o evangelho genuíno de Cristo se referindo a situação cristã da nossa nação .

Percebo ao longo dos anos, que temos igrejas grandes, mas infelizmente não temos grandes igrejas. Pregadores: troque a fama por uma cabeça na bandeja por falar a verdade (por favor), cantores: deixa de correr atrás de agendas e ter teu rosto estampado em cartazes, líderes: você não precisa ser mais um alienado ao evangelho da prosperidade, não mudaremos o mundo se não mudarmos o nosso próprio mundo, o grande conflito que nos impede de romper em Deus é a suposta superficialidade, monotomia esta que nos faz trocar uma noite profética na presença do Pai, por uma noite patética em supostos “Shows Gospel” ( não generalizando ).

Encerro dizendo… na atualidade o que vejo no nosso cristianismo ou seja, sistema, é: Os adoradores! E os adoradores dos adoradores (pessoas que não se contentam em conhecer Deus de fato, e prefere conhecer o artista gospel) como ministro do evangelho aconselho à minha geração: “Precisamos deixar de ter a prata e o ouro e voltar urgentemente pra o levanta e anda”.

Caso contrário o avivamento será sempre um sonho e nunca uma realidade. Eu desejo ser avivado por Jesus, e você?

Reflita!
Me chamam de avivalista! Hahahaa
Respondo: – Sou apenas um sinal do que há de vir sobre a igreja do Senhor, uma fome e uma sede genuína. Yesss !

Por  Rogério Silva – Convidado do blog.
Agradecimentos a todos do blog.
Com carinho, apenas um servo !

E se for sua última chance?

unnamed (1)Há aproximadamente 3 anos, conheci a Deus de uma forma diferente da qual eu era habituada a imaginar como Ele seria,como Ele agia, ou como eu deveria agir diante Dele. Meu tradicionalismo e preconceito com a liberdade em que “davam ao Espírito Santo” fazia com que eu me acomodasse, e como justificativa dizia que isso era “algo desnecessário,   afinal Deus recebe de qualquer forma, haa e Ele não é surdo e é onisciente, minha adoração vem da mente e minha mãos já o adoram quando bato palmas”.

O tempo foi passando, novos amigos, e novas situações planejadas por Deus me fizeram perceber que durante todo aquele período eu apenas perdi tempo, porque entendi que sendo intenso com Ele, é verdadeiramente saber viver. Até que há uns meses atrás Deus falou comigo de uma forma bem peculiar.

Era o segundo dia de estágio na UTI, e eu realizava os procedimentos que o paciente necessitava receber. No leito ao lado estava um jovem de 20 anos, que havia sido atropelado quando voltava do trabalho para casa. Ele estava inconsciente, sedado, e necessitava dos cuidados que só a UTI pode oferecer.

Percebi que o fisioterapeuta estava a todo momento realizando ajustes no aparelho que lhe dava um suporte para respirar, na tentativa de que ele se adaptasse melhor aquela ventilação mecânica. Até que mesmo não estando tão perto assim dos monitores, vi que seus sinais vitais mostravam estar se alterando, ou melhor, se agravando… É nesse momento que os alarmes são acionados, e a equipe toda começa a agir, na tentativa de salvar mais uma vida.

Eu nunca havia visto algo parecido. Antes, já estava comovida com sua história, e naquela hora comecei a pensar “será que esses são seus últimos instantes de vida?”… Naquele momento “meu coração ardia”, o Espírito santo me mandava orar, e me dizia claramente que ele estava sim morrendo.

Mas como me concentrar em tratar o (meu) paciente, e interceder pelo outro? Estando ainda nervosa, por estar realizando tais procedimentos pela segunda vez apenas… O que eu queria era estender as mãos sobre ele, orando e só!

Sem que necessitasse parar o que antes estava fazendo, consegui direcionar minhas mãos pra aquela cena. Clamei ao nosso Deus que pode todas as coisas, pra que lhe desse mais uma chance… No mesmo instante surgia um grande desejo no meu coração de falar algumas coisas para ele.

Por alguns momentos parecia que ele estava mesmo indo embora, mas Deus me trazia uma paz, me dizendo que ele ia sobreviver a tudo aquilo… E finalmente sua situação foi estabilizada. Ufa!

Voltei pra casa e pedi a Deus que me desse a oportunidade de falar com ele. O próximo dia de atendimento chegou… entrei na UTI e logo fui ver se ele ainda estava lá… e estava. Fui logo encaminhada pra ele, e pensei: É, não me precipitei em achar que Deus queria falar com ele, agora cabe a mim fazer a Tua vontade.

A vontade de ouvi-lo era enorme, mas ele ainda estava pouco sedado, e abria seus olhos raramente. Mesmo assim, eu sentia que deveria falar o que estava no meu coração. Falei um pouco do amor que Deus tinha para com ele, sobre o Seu cuidado, e o quanto Ele ansiava por vê-lo mais próximo Dele… Logo depois, lembrei de uma música e comecei cantar pra que ele me ouvisse:

Uma chance igual a essa

Talvez eu não tenha mais

Quero estar em Tua presença

Nem que seja a última vez…

Parece loucura, mas era isso que eu sentia, Deus falando com ele, na sua intimidade, mesmo que eu não lhe conhecesse… Senti que Deus estava naquele lugar.

Os dias foram se passando, e seu quadro ficava cada vez melhor. Quando acordado, e me via passando de um lado para outro, ele olhava fixamente pra mim, mas não chegamos a conversar, porque seu comportamento agora era diferenciado, nunca cheguei a ouvir sua voz. Ainda não se sabia se havia alguma lesão cerebral.

Certo dia, finalmente ele teve alta, e enquanto eu subia as rampas do hospital, ele descia deitado na maca. Mais uma vez com os olhos fixados em mim, sem dizer uma palavra.

Semanas depois, naquela mesma UTI, finalizei o atendimento e fui cumprimentar alguns daqueles pacientes que estão ali a bastante tempo, e conscientes. Quando vi que o mais antigo deles estava muito nervoso. Sem razão aparente todos os seus sinais vitais estavam descontrolados. Era mais uma crise de ansiedade, era a depressão. Foi há mais de um ano atrás que um lixo na estrada impediu a visão do caminhoneiro completar a viagem em segurança.

Seu caminhão saiu da rota e a lesão medular lhe trouxe a perca da sensibilidade e movimentos da altura do mamilo para baixo. Naquele momento de agitação provavelmente a cena daquele acidente se repetia em sua mente. Seu corpo já estava todo sequelado, e sua voz comprometida.

Depois de tanto tempo, fios, tubos, o exagerado frio do ar condicionado e procedimentos médicos ainda faziam parte da sua rotina. Ele chorava desesperadamente.

Calcei luvas novas, segurei forte no seu ombro e pedi que ele se acalmasse… Enxugando suas lágrimas eu não lembro exatamente o que eu dizia. Foi ai que olhando para mim e com muito esforço ele disse: Avisa a minha família, que agora eu sei que eu vou morrer.

Meu Deus, como eu queria chorar naquela hora… No mesmo instante enfermeiras e a preceptora que me supervisionava se aproximaram, pois ouviram os monitores alarmando, e iam seda-lo pra que ele dormisse, o que era geralmente muito difícil de conseguir. Me pediram pra sair dali… Mas eu não queria.

Por minha inexperiência esperavam que eu começasse a chorar e isso iria atrapalhar bastante. E foi o que fiz quando fui me afastando, enquanto ainda ouvia ele repetindo que estava morrendo… Eu chorava por ele, e por mim, imaginando se fosse eu que estivesse ali. Eu estava habituada a vê-lo “bem”, por muitas vezes ouvindo suas músicas eu seu radio.

No meu canto, eu orava por ele e lembrei novamente daquela música… que em outra estrofe diz:

Se tiver que gritar, eu gritarei

Se tiver que chorar, eu chorarei

Se tiver que humilhar o meu espírito

Assim o farei, me dá mais uma chance

Aí eu te pergunto…

Como você saberá se será sua última chance de gritar, levantar suas mãos, pular, ou dançar na presença de Deus? Este homem provavelmente neste exato momento está no mesmo leito, no mesmo hospital, na mesma posição, olhando para o mesmo teto, e hoje não pode fazer nenhuma dessas ações que citei… Como você saberá se será sua última chance de render-se a Ele e entregar sua vida, convidando Jesus para te transformar por inteiro e escrever seu nome no livro da vida?

Como você saberá se é sua última chance de ser usado por Deus em qualquer lugar que esteja, sem restrições, crendo que através de uma oração pessoas podem ser curadas, vidas transformadas. Na primeira história que contei, eu não sei exatamente qual o resultado que levou eu a orar, cantar, falar a Ele o que Deus me ordenava. Mas tenho a consciência tranquila de que fiz tudo que me foi ordenado… Será que estamos todo tempo sensíveis a entender o que Deus quer que façamos?

Porque deixamos sempre pra o amanhã? Ler a bíblia só amanhã, orar só amanhã, separar um momento de adoração só amanhã, jejuar só amanhã, estudar aquele assunto da bíblia só quando alguém se dispõe a ensinar na igreja. A busca individual te faz alcançar no coletivo.

Ah meu irmão, minha irmã, não vamos deixar pra fazer amanhã o que podemos fazer hoje. Deus hoje está te convidando a realizar toda e qualquer coisa que envolva Seu nome, como se fosse a última vez. Vai lá, para um pouquinho agora, e faz algo pra Ele.

Não deixa pra agradecer quando houver culto de ação de graças, pra adorá-lo quando tocarem aquela música que você gosta, pra entregar sua vida a Ele quando achar que já está velho pra isso, ou a beira da morte. Dê o seu melhor ainda hoje!

Por favor, ouça essa música por completo, e reflita…

ÚLTIMA CHANCE(Ministério Ipiranga)

Por Lais Barros.

Doce Presença!

unnamedQuero contar a vocês de uma experiência tremenda que tive em minha casa… Exatamente no dia 18/07/2015 nos reunimos em minha casa na parte da tarde para almoçar e orar, foi muito bom, foi tipo aqueles momentos de comunhão que ficam eternizados no coração com pessoas que você ama de verdade, depois do almoço nos reunimos em minha sala e começamos a orar.

Não sei explicar o que pude sentir naquele momento, nós sentimos a presença de Deus palpável naquele lugar a ponto de alguns não ficarem de pé, essa doce presença do ESPÍRITO SANTO usou aquele momento para nos Curar, para abrir os nossos olhos espirituais e renovou promessas no nosso Ministério KADOSH,  que é o ministério de teatro da nossa  igreja local, e eu pude  senti naquele momento uma alegria incontrolável, algo dentro de mim estava nascendo.

De muitas experiências que já tivemos com Deus ,essa me marcou tanto !

E hoje vim aqui dizer a você, não pare, não desista, as lutas vêm pra amadurecer o soldado de Cristo. Nesses dias a igreja Brasileira tem vivido um tempo de sede de Deus como nunca antes vivido, ore mais ,busque mais !

A maior obra que o Espirito de Deus faz em nossas vidas é a mudança de caráter e personalidade, atitudes e costumes que foram gerados ao longo de uma vida que com apenas um toque de Deus são totalmente destruídos e depois reconstruídos conforme a vontade DELE!

Permita-se ser moldado por Deus, se dê mais chance !

E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados (Atos 2:2).
Assim como pude ver Ele derramando unção sobre nossas vidas, ele pode também fazer contigo, na tua casa e no teu ministério.

Deus Continua o mesmo. Ele é IMUTÁVEL!
Por Danielly Bezerra – Convidada do blog.

Fica aqui, Pai!

reina-em-mimOlá, pessoal! Ontem foi comemorado o dia do amigo, e é importante ressaltar a grande quantidade de pessoas postando fotos com seus amigos, irmãos, pessoas que fazem parte da sua vida.

Que dia lindo não foi?! Mas eu parei pra pensar… Poxa, eu não dei “Feliz dia do amigo ao meu Deus, ao meu Jesus, ao meu lindo e precioso Espírito Santo. Por quê eu sou assim? E como isso me entristeceu. Me fez entender que muitas vezes não temos uma verdadeira amizade com Ele.

Falo isso com um pouco de vergonha, mas sabendo que Ele me perdoou e mesmo que Ele estivesse triste comigo, Ele pôde me perdoar e me abraçar e dizer que continuava me amando.

Sabe querido, a Bíblia fala que quando Jesus subiu ao céu Ele não nos deixou órfãos, mas deixou o Espírito Santo, o Espírito da verdade (João 14:17). E talvez sua vida esteja tão corrida, com tantos afazeres e acaba esquecendo de tirar um tempo para Ele, ou até mesmo você separa um tempo, mas não sabe o que acontece e quando percebe o dia já se foi e nada de falar com Ele.

Deus continua sendo o mesmo, Ele é Pai, amigo, quer cantar pra você, estar com você!

Então, não deixe de falar com seu melhor amigo, reserve um tempo pra Ele, busque-o em Sua Palavra, na adoração.

Faz tanto tempo que não ficamos a sós
Eu ando tão corrido, Tão distraído..
Me esqueço de você
Eu penso em tirar um tempo pra conversar mas ..
Mas eu não sei o que acontece
E quando eu vejo o dia já acabou
E já vai alta madrugada

Hoje eu te peço Pai
Passa por aqui, entra no meu quarto
Senta na minha cama
Eu tenho tanto pra te falar
Mas quero te ouvir
Eu já nem lembro mas o som da tua voz, eu tenho saudades

Cante uma história pra eu dormir
Uma história da eternidade
Cante uma música pra eu ouvir
Uma música da criação, que as estrelas cantavam pra você

Fica aqui Pai
Eu não sou tão segura o quanto tento mostrar
Fica aqui Pai
Eu não sou tão maduro o quanto tento disfarçar
Eu tenho medo
Eu não passo de uma criança que cresceu
Eu sou a mesma criança que você conheceu
Fica aqui Pai.

Deus abençoe seu dia!

Por Geison Flávio.

Não tive tudo que quis, mas tive tudo que precisei!

agradecimentoEm outubro de 2013 descobri que estava grávida e meu marido e eu decidimos que eu não trabalharia fora até nossa filha ter idade suficiente para entrar na escolinha. Fiquei feliz com a nossa decisão, mas ao mesmo tempo tive medo, pois sabia que muitas mudanças viriam pela frente. O começo foi bastante difícil, como geralmente são os começos de experiências novas, mas hoje eu louvo a Deus por não ter desistido.

Orei, orei muito sobre essa nova caminhada e continuo orando diariamente. Muitas vezes precisei de respostas de Deus e Ele sempre respondeu, sempre me mostrou que eu estava tomando a decisão que Ele queria que eu tomasse, que eu estava no centro da Sua vontade. E isso foi o que me manteve firme nos dias em que questionei o rumo que estava dando à minha vida.

Sempre fui vaidosa, mas hoje, apesar de continuar sendo, aprendi a me aceitar muito mais e depender menos de certas coisas para me sentir bem. Sabe aquela roupa, bolsa, sapato, perfume ou maquiagem que a gente “precisa” comprar? Descobri que nem sempre precisava mesmo. Descobri que posso passar muito tempo sem comprar nada novo e ainda assim inovar sempre o meu visual. Aprendi a ser criativa e transformar as coisas que considerava velhas e até deixa-las mais bonitas do que eram antes. Aprendi que não preciso de muitos acessórios para me sentir bonita, para falar a verdade nunca me senti tão bonita como atualmente. Hoje eu vivo o provérbio 15, que em seu versículo 13 diz que “o coração alegre aformoseia o rosto.” Aprendi a depender daquele que me dá a felicidade verdadeira: Jesus.

Nessa caminhada eu tenho visto de perto o agir do Jeová Jireh, o Deus que dá a minha provisão. É incrível ver que Ele se preocupa com cada detalhe da minha vida e faz tudo se encaixar da maneira que Ele quer que se encaixe. Quantas vezes vi o dinheiro esticar e eu conseguir comprar mais algo! Quantas vezes eu ganhei coisas que estava precisando de verdade! O amor de Deus me constrange!

Que fique claro que não se trata de um post que incentiva a ideia de que “se fizermos o que Deus manda, vamos ficar ricos!”, se trata de dar glórias ao Senhor pelo agir Dele em minha vida.  Se trata de aprender a depender mais de Deus e aceitar verdadeiramente o plano que Ele tem para mim, se trata de aprender a dizimar com o coração alegre, se trata de não deixar de ajudar o próximo por não estar com dinheiro sobrando, se trata de aprender a ser Cristã de verdade! Se trata de aprender a deixar Deus dirigir a minha vida, mesmo que essa direção assuste. Tenha certeza que se você for pelo caminho que Ele está apontando, Ele vai tratar seu coração ao ponto de você pensar: “eu queria estar aqui a mais tempo!”

E sabe o que é melhor? Eu não sou perfeita. E se Ele teve e tem todo esse cuidado comigo, que sou pecadora e preciso melhorar TANTO, ele também tem e sempre terá com você. Independente de como você está e do que você fez, Ele derrama sua graça sobre todos nós. A graça de Deus significa Ele nos dar algo que não merecemos, simples assim. Nosso “trabalho” é aceitar. E eu te convido a reconhecer Jesus como Senhor e Salvador da sua vida, reconhecer que Ele morreu por você naquela cruz e com isso te libertou para ter comunhão com Deus.

Te convido a desfrutar da boa, perfeita e agradável vontade de Deus para nós!

“Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” Mateus 6:10

Por Camilla Oliveira.

AVIVAMENTO?!

downloadAvivamento é individual, acontece de dentro pra fora. São pessoas vivendo Cristo, pessoas amando como Cristo amou, perdoando como Cristo perdoou, andando como Jesus andou.

Avivamento é Cristo alcançando tudo através de todos, é na igreja que tem a senhorinha do “reteté” e do lado dela está um cara com a calça folgada e tatuagem, na frente tem um todo engomadinho e a aparência não influencia na forma como eles se tratam, porque eles se amam. Os jovens reverenciam os velhos e observam atentamente para aprender com os mais experientes, os mais velhos cuidam dos mais novos, pois sabem que eles são o futuro da igreja.

O rico senta com o pobre, o patrão com o empregado e todos se sentem por igual porque sabem que são membros e juntos formam um corpo. Consequentemente a atmosfera do culto é diferente, porque não são desconhecidos adorando, mas são irmãos aprendendo mais sobre o seu Pai e isso muda tudo na liberdade que o Espírito tem para ministrar a palavra.

Sim, avivamento não é quando a igreja alcança outros países, é quando ela faz a diferença onde está inserida, a igreja que muda o bairro, o pai que muda a família, o patrão que ou empregado que é um canal no trabalho, o jovem que revoluciona o colégio, o estudante que prega Cristo na faculdade, a igreja que vai nos presídios, nas ruas, mendigos, a cidade é contagiada com a presença da igreja. Isso é avivamento, depois disso ela pode sair para outros países.

Por Mário Soares – Convidado do blog.

Avivamento?!

downloadAvivamento é individual, acontece de dentro para fora. São pessoas vivendo Cristo, pessoas amando como Cristo, perdoando como Cristo perdoou, andando como Jesus andou.

Avivamento é Cristo alcançando tudo através de todos, é na igreja que tem a senhorinha do “reteté” e do lado dela está um cara da calça folgada e tatuagem, na frente tem um todo engomadinho e aparência não influencia na forma como eles se tratam, porque eles se amam. Os jovens reverenciam os mais velhos e observam atentamente para aprender com os mais experientes, os mais velhos cuidam dos mais novos porque sabem que eles são o futuro da igreja.

O rico senta com o pobre, o empregado com o patrão e todos se sentem por igual porque sabem que são membros e juntos formam um mesmo corpo. Consequentemente a atmosfera do culto é diferente, porque não são desconhecidos adorando, mas são irmãos aprendendo mais sobre o seu Pai e isso muda tudo na liberdade que o Espírito tem para ministrar a palavra.

Sim, avivamento não é quando a igreja alcança outros países, é quando ela faz a diferença onde está inserida, a igreja que muda o bairro, o pai que muda a família, o patrão ou empregado que é um canal no trabalho, o jovem que revoluciona o colégio, o estudante que prega Cristo na faculdade, a igreja que vai nos hospitais, presídios, nas ruas, mendigos, a cidade é contagiada com a presença da igreja.

Isso é avivamento, depois disso ela pode sair para outros países.

Por Mário Soares – Convidado do blog.